Manual Nota Fiscal de Serviço Eletrônica(NFSE) | Praxio - AvaWiki



Manual Nota Fiscal de Serviço Eletrônica(NFSE)

O que é?

Processo que permite utilizar a emissão de Nota Fiscal de Serviço Eletrônica.

Quando utilizar?

Quando for necessário emitir NFS-e.

Como fazer?

Pré Requisitos:

Todas as informações abaixo devem ser enviadas no chamado

  • Para verificar se já existe integração com a prefeitura Clique aqui!
  • Para poder emitir Nota fiscal de Serviço, deve estar atualizado na patch 197/198
  • Abrir chamado e enviar as informações abaixo em anexo no chamado.
    • Enviar o CNAE principal da empresa .
    • Telefone de contato.
    • Nome de contato.
    • Cartão CNPJ em formato PDF.
    • Inscrição estadual.
    • Inscrição municipal.
    • Usuário e senha de autenticação da prefeitura.
    • Enviar o arquivo do certificado A1 em formato PFX.
    • Enviar usuário do certificado A1.
    • Enviar a senha do certificado A1.
    • Serviço de município: Solicite o código de serviço de município para o setor contábil da empresa.
    • Tributação: Solicite o código de tributação com o setor da contábil da empresa.
    • Natureza operação: Solicite a Natureza operação com o setor contábil da empresa.

Valores de Mensalidade:

  • Para cada CNPJ emissora de NFS-e o custo para o ano de 2017 é 250,00 por mês que a MIGRATE COBRA PARA DISPONIBILIZAR O SERVIÇO e a Avacon repassa este valor ao seus clientes.
    • Exemplo: 1 Filial emissora o custo será de 250,00 por mês, para 10 filiais emissores o custo será de 2,500,00 por mês.

 

  • Parametrizações e treinamento
    • Para esta tarefa será utilizado escopo aberto no projeto ou  seja ao final do projeto sera cobrado as horas trabalhadas.
    • Valor da hora para parametrização, consultoria e treinamento no erp para o ano de 2107 é de R$ 176,00. (Trabalho realizado através de acesso remoto e treinamento a distância).

Processos:

Configurações
Parâmetros Empresa

1. Acesse o Módulo Vendas e selecione a opção Notas Fiscais de Serviço/Manutenção:

26

Módulo Vendas.

1.1. A tela de Notas Fiscais de Serviços abrirá, nela clique com o botão direito e selecione a opção Parâmetros/Empresa/Alterar

Parâmetros Empresa

Parâmetros Empresa

1.2. A tela Alterando parâmetros de empresa será aberta, preencha conforme a necessidade:

Os parâmetros da empresa serão configurados pelo setor contábil e setor de TI da empresa

  • Utilizar peso bruto/impureza: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será possível utilizar ou não o peso bruto/impureza na operação.
  • Digitar os itens da nota fiscal: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será possível ou não informar manualmente o itens da nota fiscal.
  • Utilizar notas fiscais mãe: Informe se deseja utilizar nota fiscal mãe na operação.
  • Casas decimais pesos documentos: Informe as casas decimais de pesos na operação.
  • Adicionar nota fiscal no histórico: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será possível ou não adicionar as informações da nota fiscal no histórico contábil.
  • Adicionar cliente no histórico: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será possível ou não adicionar as informações do cliente no histórico contábil.
  • Ocorrência padrão entrega: Neste campo pode ser selecionado uma ocorrência padrão quando for realizar a entrega.
  • Buscar vendedor/comissão faixar permanência no cadastro pelo:Este campo possui 2 opções: Pagador do Frete ou Pagador do Frete/Remetente.
    • Pagador do Frete: Quando selecionada esta opção será buscado o vendedor/comissão da faixa de permanência no cadastro do pagador do frete.
    • Pagador do Frete/Remetente: Quando selecionada esta opção será buscado o vendedor/comissão da faixa de permanência no cadastro do pagador do frete e/ou remetente.

No agrupamento Tabela Geral Cliente Inativo:

  • Utilizar tabela geral cliente inativo: Informe se deseja utilizar a tabela geral do cliente inativo.
  • Dias inativos p/usar na tabela: Este campo ficará ativo somente quando o campo Utilizar tabela geral cliente inativo estiver configurado como Sim. Nele pode ser informado a quantidade de dias de inatividade para usar a tabela.
  • Buscar as configurações de seguro do cliente: Este campo possui 4 opções: Remetente, Destinatário, Pagador do frete ou Tomador do serviço. Dependendo da opções escolhida será buscado as informações do seguro no cadastro.
  • Buscar as configurações de previsão de entrega do cliente:Este campo possui 4 opções: Remetente, Destinatário, Pagador do frete ou Cliente tabela utilizada. Dependendo da opções escolhida será buscado as configurações da previsão de entrega no cadastro do cliente.
  • Buscar filial e unidade de destino: Este campo possui 2 opções: Cidade entrega ou Cidades atendidas pela filial.
    • Cidade entrega: Quando selecionada esta opção a busca pela filial e unidade de destino da Nota Fiscal de Serviço(NFS-e) será realizada pela cidade de entrega informada.
    • Cidades atendidas pela filial: Quando selecionada esta opção a busca pela filial e unidade de destino da Nota Fiscal de Serviço(NFS-e) será realizada pelas cidades atendidas pela filial. Este configuração encontra-se no módulo Cadastros Básicos > Estrutura da Holding > Unidade.
  • Ação na duplicidade de nota fiscal:Este campo possui 2 opções: Somente avisar ou bloquear. Dependendo da configuração quando o sistema encontrar uma duplicidade, poderá ser bloqueado a emissão da Nota Fiscal de Serviço(NFS-e) ou será apenas emitido um aviso, permitindo a emissão da Nota Fiscal de Serviço(NFS-e).
  • Dados da seguradora obrigatórios:  Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será obrigatório ou não informar os dados do seguro.
  • Temporizador do browse: Esse parâmetro tem 12 opções de tempos em segundos e em minutos. De acordo com o parâmetro selecionado irá definir de quanto em quanto tempo será atualizada a tela da Nota Fiscal de Serviço(NFS-e).

No agrupamento Bloqueio da emissão quando valor maior que o definido:

  • Bloquear a emissão quando o peso for maior que o definido: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será possível ou não bloquear a emissão da Nota Fiscal de Serviço(NFS-e) quando o peso for maior que o definido.
  • Peso máximo: Neste campo pode ser definido um peso máximo para a Nota Fiscal de Serviço(NFS-e)
  • Bloquear a emissão quando o valor da mercadoria for maior que o definido: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será possível ou não bloquear a emissão da Nota Fiscal de Serviço(NFS-e) quando o valor da mercadoria for maior que o definido.
  • Valor máximo da mercadoria: Neste campo pode ser definido um valor máximo para a mercadoria na Nota Fiscal de Serviço(NFS-e).
Parâmetros da Empresa.

Parâmetros da Empresa.

1.3. Na aba "2 - Continuação", preencha conforme a necessidade:

Os parâmetros a seguir serão configurados pelo setor contábil da empresa

  • Checar a duplicidade das nota fiscal pelo: Este campo possui 3 opções: Remetente, data de emissão e número ou Remetente e número ou remetente. número e série. Dependendo da configuração a validação da duplicidade da Nota Fiscal ocorrerá conforme o nome da opção escolhida.

No agrupamento Padrão Mercadoria:

  • Natureza: Neste campo pode ser informado uma natureza padrão, que ao incluir uma Nota Fiscal, o campo será preenchido com a mesma.
  • Espécie: Neste campo pode ser informado uma espécie padrão, que ao incluir uma Nota Fiscal, o campo será preenchido com a mesma
  • Calcular peso cubado na nota fiscal: Esse parâmetro tem 2 opções: Sim e Não. De acordo com o parâmetro selecionado irá definir se deverá ser calculado ou não, o peso cubado da Nota Fiscal.
  • Utilizar centro de custo(receita): Neste campo é possível definir a ordem de busca do centro de custo de receita. Podendo escolher entre 3 opções: Empresa ou Veiculo, Cliente, Empresa ou Cliente, Empresa ou Cliente, Veiculo, Empresa.
  • Aceitar peso cubado menor que o peso: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração irá permitir que o peso cubado seja menor que o peso.
  • Buscar condição de pagamento da: Este campo possui 2 opções: Unidade emissão ou Unidade pagamento. Dependendo da configuração a condição de pagamento será buscado na unidade emissora ou na unidade de pagamento.
  • Bloquear alteração de filial/unidade destino: Este campo possui 2 opções: Após a entrega ou Não. Dependendo da configuração será permitido bloquear ou não a alteração da filial/unidade de destino após a entrega.
  • Checar engate veículos: Neste campo será possível checar ou não o engate do veiculo quando pelo menos um dos veículos forem próprios.

No agrupamento Cliente:

Esse área será parametrizada pelo setor contábil ou setor TI da empresa

  • Reduzido(D): Informe o plano de conta de débito responsável pelo Cliente.
  • Histórico(D): Informe o histórico de débito responsável pelo seu plano de conta.
  • Centro de custos(D): Informe o Centro de Custo de débito responsável pelo Cliente.

No agrupamento Fornecedor:

  • Reduzido(D): Informe o plano de conta de débito responsável pelo Fornecedor.
  • Histórico(D): Informe o histórico de débito responsável pelo seu plano de conta.
  • Centro de custos(D): Informe o Centro de Custo de débito responsável pelo Fornecedor.
Parâmetros da Empresa.

Parâmetros da Empresa.

1.4. Na aba "3 - Continuação", preencha conforme a necessidade:

Os parâmetros a seguir serão configurados pelo setor contábil ou setor TI da empresa

No agrupamento Faturamento WMS:

  • Tipo contato para atribuir nas observações: Neste campo é possível informar um tipo de contato que poderá ser informado nas observações.

No agrupamento File Logic:

  • Informar classificação file logic: Este campo possui 2 opções: Não se aplica ou Obrigatório quando não tem rateio de documento. Dependendo da sua configuração poderá ou não ser obrigatório informar a classificação do file logic. OBS.: Este campo é aplicado somente no processo exclusivo de um cliente.
  • Gerar file logic:  Este campo possui 3 opções: Não se aplica, Filial emissora + classificação ou Regra Geral. Dependendo da sua configuração poderá ou não gerar o file logic. OBS.: Este campo é aplicado somente no processo exclusivo de um cliente.
  • Bloquear a emissão se o total do rateio for diferente do total da nota: Este campo possui 2 opções: Sempre ou Quando rateio for maior que a nota. Dependendo da configuração poderá bloquear sempre que houver diferença ou apenas quando o rateio for maior do que a nota.
  • Checar a data de emissão na impressão: Este campo possui 2 opções: Se é menor que a atual ou Não. Dependendo da configuração será possível validar ou não se a data da impressão da  Nota Fiscal de Serviço(NFS-e) é menor que a data atual.
  • Bloquear inclusão de documentos duplicados no rateio da NFS: Informe se deseja bloquear a duplicação de documentos rateados.

No agrupamento Vincular Coletas:

  • Obrigatório:Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será obrigatório ou não vincular coletas.
  • A partir de (data nota fiscal): Este campo ficará ativo quando o campo Obrigatório estiver configurado como Sim. Nele será possível informar uma data da nota fiscal que a partir dela será obrigatório a vinculação de Coletas.

No agrupamento Vinculação de Coletas:

  • Filtrar por filial/unidade emissão ao selecionar coletas: Informe se deseja filtrar por filial/Unidade ao selecionar coletas.
  • Filtrar coletas por: Este campo possui 2 opções: Remetente, destinatário e consignatário ou Pagador do frete. Dependendo configuração serão mostradas na tela de seleção de Coletas, conforme a opção escolhida.
  • Alimentar as notas ficais com o número do pedido:Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração poderá informar ou não o número do pedido nas notas ficais quando uma Coleta for vinculada.
Parâmetro

Parâmetro

Parâmetros Filial

1. De volta a tela de Notas Fiscais de Serviço, clique com o botão direito do mouse sobre a lista e selecione a opção Parâmetros/Filial/Alterar:

FIlial

1.1. A tela Alterando Parâmetros de Filial irá aparecer. Nela, coloque a chave de comunicação no campo em questão e, após isso, clique em Confirmar:

Após o cliente autorizar a integração da NFS-e será realizado o cadastro junto a Migrate pela equipe Avacon, nesse momento será gerada a chave de comunicação para ser parametrizada na filial.

Chave de comunicação

Parâmetros Unidade

1. Na tela Notas Fiscais de Serviço, clique com o botão direito do mouse sobre a lista e selecione a opção Parâmetros/Unidade/Alterar:

Parâmetros Unidade

Parâmetros Unidade

 1.1. Preencha conforme a necessidade:

  • Filtro por data: Neste campo é possível definir se o filtro da tela inicial da Nota Fiscal de Serviço(NFS-e) será organizado por data de emissão ou por data de execução.
  • Diferenciador: Neste campo deve ser selecionado o número do diferenciador que será utilizado na Nota Fiscal de Serviço(NFS-e).
  • Série: Neste campo deve ser selecionado o número da série que será utilizado na Nota Fiscal de Serviço(NFS-e).
  • Intervalo dias: Neste campo é possível informar a quantidade de dias que será mostrado as Nota Fiscal de Serviço(NFS-e) na tela principal
  • Condição de pagamento: Neste campo é possível informar qual será a condição de pagamento padrão.

No agrupamento Número da Nota:

  • Inicial: Neste campo é possível informar o número inicial dos Conhecimento após a impressão.
  • Final: Neste campo é possível informar o último número que será realizado a impressão.
  • Avisar com antecedência quantos números faltam para terminar:  Neste campo é possível informar uma quantidade de número em que será emitido um aviso de que estão para acabar os números para impressão.

No agrupamento Número de Controle do Formulário:

  • Inicial: Neste campo é possível informar o número inicial do controle de formulário do Conhecimento após a impressão.
  • Final: Neste campo é possível informar o último número que será realizado a impressão.
  • Avisar com antecedência quantos números faltam para terminar:  Neste campo é possível informar uma quantidade de número em que será emitido um aviso de que estão para acabar os números para impressão.
  • Utilizar cálculo frete: Neste campo é possível informar se será utilizado ou não o calculo de frete.
  • Gerar item automaticamente ao ser solicitado o cálculo: Neste campo é possível informar se será gerado ou não automaticamente o item ao fazer o  calculo de frete.
  • Serviço padrão: Neste campo pode ser informar o serviço padrão a ser utilizado.
  • Gerar Conta a pagar ISS: Esse campo irá definir se desejas criar um contas a pagar com o valor de ISS
  • ISS do serviço: Neste campo é possível informar como será contabilizar o ISS. Podendo escolher entre as opções: Incluso no serviço, Acrescentar no serviço embutido por fora ou Acrescentar no serviço embutido por dentro.
  • Tipo de cubagem padrão: Neste campo é possível definir o tipo da cubagem se será direta ou por volumes.
  • Validar NF-e na NFS-e para compor manifesto: Neste campo é possível informar se deverá ser validado ou não a NF-e informado na NFS-e para ser informado no manifesto.
  • Replicar documento: Neste campo é possível informar se será possível ou não fazer uma cópia do documento.
  • Permitir deletar Nota Fiscal de Serviço Rejeitada: Neste campo é possível definir se será possível deletar as Notas Fiscais de
Parâmetro Unidade

Parâmetro Unidade

1.2. Preencha conforme a necessidade:

  • Tipo de frete (Modal) padrão: Neste campo é possível informar o tipo de frete(Modal) que será utilizado como padrão.
  • Peso cálculo cubagem: Neste campo é possível informar o peso utilizado no cálculo da cubagem.
  • Modelo padrão de nota fiscal (EDI): Neste campo é possível informar o modelo de Nota Fiscal que será utilizado como padrão quando for realizado importação EDI.
  • Modelo padrão de nota fiscal (outros): Neste campo é possível informar o modelo de Nota Fiscal que será utilizado como padrão.

No agrupamento Seguro:

  • Calcular seguro RCTRC: Neste campo deve ser informado se será ou não calculado o seguro RCTRC. Podendo escolher entre as 3 opções: Por cidadePor UF ou Não calcular.
  • Calcular seguro RCFDC:Neste campo deve ser informado se será ou não calculado o seguro RCFDC.
  • Seguro RCFDC padrão :Este campo só ficará ativo quando o campo Calcular seguro RCFDC estiver configurado como Sim. Nele será possível informar qual o seguro RCFDC que será utilizado como padrão.
  • Calcular seguro RCTAC:Neste campo deve ser informado se será ou não calculado o seguro RCTAC.
  • Responsável pelo seguro: Neste campo deve ser selecionado quem será o responsável pelo seguro. Este campo é utilizado para Averbação.
  • Número da Apólice:Neste campo pode ser informado o número da apólice do seguro. Este campo é utilizado para Averbação.
  • Seguradora: Neste campo pode ser informado o CNPJ da seguradora. Este campo é utilizado para Averbação.
  • Utilizar na busca da tabela de frete a característica do veículo: Este campo possui 2 opções: Cavalo/Veiculo ou Carreta. Dependendo da configuração o campo característica do veículo ficará preenchido com a característica do cavalo/veiculo ou da carreta. *Este campo foi publicado na patch 216 dia 28/08/2017
Parâmetros da Unidade.

Parâmetros da Unidade.

1.3. Preencha conforme a necessidade:

  • Vincular coleta ao conhecimento: Neste campo é possível informar como será realizar a vinculação da Coleta na Nota Fiscal de Serviço. Podendo escolher entre 2 opções: Através de seleção ou Através de código de barras da coleta.
  • Sugerir veículo/motorista da coleta ao associar coleta: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será possível sugerir ou não o veículo/motorista da coleta quando a mesma for vinculada a Nota Fiscal de Serviço.
  • Copiar ocorrências da coleta: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será possível ou não copiar as ocorrências da coleta no momento em que a mesma for vinculada. Lembrando que ocorrências informada após a vinculação não serão copiadas.

No agrupamento Trajeto:

  • Utilizar: Neste campo é possível informar se será utilizado ou não trajeto  na Nota Fiscal de Serviço. *Este campo foi publicado na patch 216 dia 28/08/2017
  • Obrigatório: Este campo ficará ativo quando o campo Utilizar estiver configurado como Sim. Nele é possível informar se será obrigatório ou não informar um trajeto. *Este campo foi publicado na patch 216 dia 28/08/2017
  • Sugerir: Este campo ficará ativo quando o campo Utilizar estiver configurado como Sim. Nele é possível informar se será sugerido ou não um trajeto de menor extensão. *Este campo foi publicado na patch 216 dia 28/08/2017
  • Validar: Este campo ficará ativo quando o campo Utilizar estiver configurado como Sim. Irá valida a cidade de Coleta e a Cidade de entrega da Nota Fiscal de Serviço com o trajeto e o percurso.*Este campo foi publicado na patch 216 dia 28/08/2017
Parâmetros da Unidade.

Parâmetros da Unidade.

1.4. Preencha conforme a necessidade:

No agrupamento Configuração para Impressão da Nota Fiscal:

  • Nome do Formulário: Neste campo deve ser selecionado o formulário que será utilizado para impressão.
  • Nome da Impressora: Neste campo deve ser selecionado a impressora que será utilizada para impressão.
  • Altura impressão: Neste campo deve ser informado a altura em que será gerada a impressão. Geralmente se utiliza o valor 2970.
  • Largura impressão: Neste campo deve ser informado a largura em que será gerada a impressão. Geralmente se utiliza o valor 2100.

No agrupamento Configuração para Impressão do Bloqueto:

  • Impressora:Neste campo deve ser selecionado a impressora que será utilizada para impressão.
  • Imprimir bloqueto bancário após impressão: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será possível imprimir ou não o bloqueto bancário após a impressão da Nota Fiscal de Serviço.
  • Numerar fatura: Neste campo é possível selecionar como ficará a númeração da fatura, se será pela sequência das faturas ou se será pelo número do Conhecimento.

No agrupamento Nota Fiscal de Serviço:

  • Emitir: Neste campo é possível escolher como será realizada a emissão/validade fiscal da Nota Fiscal de Serviço(NFS-e). Podendo escolher entre: ProduçãoHomologaçãoHomologação paralelo papel ou Não emite.
  • Integradora:  Neste campo é possível selecionar a integradora que será utilizada para transmitir os dados para a prefeitura. Deve ser selecionado a opção Migrate.
  • Enviar XML após autorização:  Neste campo é possível escolher se será enviado o XML do documento após a autorização, podendo escolher entre:ProduçãoHomologaçãoProdução e Homologação ou Não envia.
  • Enviar PDF após autorização:  Neste campo é possível escolher se será enviado um PDF do documento após a autorização, podendo escolher entre:ProduçãoHomologaçãoProdução e Homologação ou Não envia.
  • Tipo conteúdo e-mail: Neste campo é possível selecionar como será enviado o conteúdo do e-mail, se será no formato HTML ou Texto sem formação.

Lembrando que após todas as configurações concluídas, o sistema estará pronto para emitir as Notas Fiscais de Serviço Eletrônico. Lembrando que, as configurações corretas são de extrema importância, caso elas não sejam feitas corretamente, as notas emitidas serão rejeitadas.

Parâmetros da Unidade.

Parâmetros da Unidade.

1.5. Preencha conforme a necessidade:

No agrupamento Descontar da Base da Comissão do Agregado:

  • Taxa SEC/CAT: Neste campo é possível selecionar se será  descontado ou não a taxa SEC/CAT da base de comissão do agregado.
  • Taxa Despacho: Neste campo é possível selecionar se será  descontado ou não a taxa de despacho da base de comissão do agregado.
  • Taxa GRIS: Neste campo é possível selecionar se será  descontado ou não a taxa GRIS da base de comissão do agregado.
  • Taxa Seguro: Neste campo é possível selecionar se será  descontado ou não a taxa de seguro da base de comissão do agregado.
  • Taxa Pedágio: Neste campo é possível selecionar se será  descontado ou não a taxa de pedágio da base de comissão do agregado.
  • Taxa ADEME: Neste campo é possível selecionar se será descontado ou não a taxa ADAME da base de comissão do agregado.
  • Taxa Entrega: Neste campo é possível selecionar se será  descontado ou não a taxa de entrega da base de comissão do agregado.
  • Taxa Reembolso: Neste campo é possível selecionar se será  descontado ou não a taxa de reembolso da base de comissão do agregado.
  • Taxa Descarga: Neste campo é possível selecionar se será  descontado ou não a taxa de descarga da base de comissão do agregado.
  • Frete Peso:Neste campo é possível selecionar se será  descontado ou não o frete peso da base de comissão do agregado.
  • Frete Valor:Neste campo é possível selecionar se será  descontado ou não o frete valor da base de comissão do agregado.
  • Adicional carga expressa:Neste campo é possível selecionar se será  descontado ou não o adicional de carga expressada base de comissão do agregado.
  • Adicional Ad/Valorem:Neste campo é possível selecionar se será  descontado ou não o adicional de AD/Valorem da base de comissão do agregado.
  • IRRF:Neste campo é possível selecionar se será  descontado ou não o IRRF da base de comissão do agregado.
  • ISS:Neste campo é possível selecionar se será descontado ou não o ISS da base de comissão do agregado.
  • Comissão vendedor: Neste campo pode ser selecionado se será gerado ou não a comissão do vendedor.
Parâmetros da Unidade.

Parâmetros da Unidade.

1.6. Preencha conforme a necessidade:

No agrupamento Descontar da Base da Comissão do Agregado Impostos Retidos:

  • ISS Retido: Neste campo é possível selecionar se será  descontado ou não o ISS retido da base de comissão do agregado.
Parâmetros da Unidade.

Parâmetros da Unidade.

Configurações do Cadastro

1.9.1. Após configurar os parâmetros da unidade, devemos configurar quem receberá o e-mail com os arquivos da nota fiscal de serviço(NFS-e), para isso acesse o módulo Cadastros Básicos/Cliente, Fornecedores, etc../Manutenção.

Cliente, Fornecedores, Etc..

Cliente, Fornecedores, Etc..

1.9.2. Abrirá a tela Cadastros, na mesma selecione o cliente ou empresa que deseja configurar o e-mail para que recebas os arquivos da Nota fiscal de serviço(NFS-e), clique com o botão direito e selecione a opção Alterar, ou clique na parte inferior da tela no botão Alterar.

Alterar cadastros

Alterar cadastros

1.9.3. Abrirá a tela de Alterando Cadastro, na mesma informe o campo setado.

  • Email: Informando esse campo você receberá o XML da nota e o danfse.
Informe E-Mail

Informe E-Mail

Emissão
Emissão normal

1. Feita isso acesse o módulo Vendas/Nota fiscal de serviço/Manutenção.

Nota fiscal de serviço

Nota fiscal de serviço

1.1. Após clicar em confirmar voltará para tela de Notas Fiscais de Serviço, Clique com o botão direito e selecione a opção Incluir ou na parte inferior da tela clique no botão Incluir.

Incluir

Incluir

1.2. Abrirá a tela de Incluindo Nota Fiscal de Serviço, informe os dados necessários para a inclusão da nota.

  • Diferenciador do n°: Esse campo será preenchido automaticamente.
  • Série: Esse campo será preenchido automaticamente.
  • Número: Esse campo será preenchido automaticamente.
  • Data de emissão: Esse campo será preenchido automaticamente pelo sistema.
  • Data de execução: Esse campo será preenchido automaticamente pelo sistema.
  • Tipo de Nota fiscal:
    • Normal: Selecione essa opção para que o tipo de Nota fiscal seja normal.
    • Desconto Afretamento: Selecione essa opção para que o tipo de nota fiscal seja de desconto afretamento.
  • Cliente: Informe o CNPJ do cliente para continuar o cadastro.
  • Modelo: Informe o modelo de nota fiscal de serviço que será utilizado.

No grupo NFS-e

Os códigos de serviço de município, tributação e natureza operação são configurados de acordo com a prefeitura da região. Caso o setor contábil da empresa não saiba qual é o código utilizado, entre em contato com a prefeitura da cidade, os códigos são padrões por clientes não por prefeituras.

  • Serviço de município:Solicite o código de serviço de município para o setor contábil da empresa.
  • Tributação: Solicite o código de tributação com o setor da contábil da empresa.
  • Natureza operação: Solicite a Natureza operação com o setor contábil da empresa.
  • Responsável pela retenção:
    • Tomador: Selecione essa opção para que o tomador seja o responsável pela retenção.
    • Intermediário: Selecione essa opção para que o intermediário seja o responsável pela retenção.
    • Prestador: Selecione essa opção para que o prestador seja o responsável pela retenção.

No Subgrupo Município de prestação do serviço.

  • Identificação:
    • No município sem retenção: Selecione essa opção se a operação for sem retenção.
    • No município com retenção: Selecione essa opção se a operação for com retenção.
    • Fora do município sem retenção: Selecione essa opção se a operação for fora do município e sem retenção.
    • Fora do município com retenção: Selecione essa opção se a operação for fora do município e com retenção.
    • Fora do município com pagamento local: Selecione essa opção se a operação for fora do município com pagamento local
Incluindo

Incluindo

1.3. Na aba 2 - Outros, Nessa aba poderá informar o Remetente/Destinatário.

Se for necessário poderá edita os campos já informados

No grupo Remetente.

  • Código: Informe o CNPJ do remetente.
  • Nome: Esse campo será preenchido após informar o campo "Código".
  • IE: Esse campo será preenchido após informar o campo "Código".
  • Cep: Esse campo será preenchido após informar o campo "Código".
  • Pais: Esse campo será preenchido após informar o campo "Código".
  • UF: Esse campo será preenchido após informar o campo "Código".
  • Cidade: Esse campo será preenchido após informar o campo "Código".
  • Bairro: Esse campo será preenchido após informar o campo "Código".
  • Endereço: Esse campo será preenchido após informar o campo "Código".
  • Número: Esse campo será preenchido após informar o campo "Código".
  • Fone: Esse campo será preenchido após informar o campo "Código".

No grupo Destinatário

  • Código: Informe o CNPJ do Destinatário.
  • Nome: Esse campo será preenchido após informar o campo "Código".
  • IE: Esse campo será preenchido após informar o campo "Código".
  • Cep: Esse campo será preenchido após informar o campo "Código".
  • Pais: Esse campo será preenchido após informar o campo "Código".
  • UF: Esse campo será preenchido após informar o campo "Código".
  • Cidade: Esse campo será preenchido após informar o campo "Código".
  • Bairro: Esse campo será preenchido após informar o campo "Código".
  • Endereço: Esse campo será preenchido após informar o campo "Código".
  • Número: Esse campo será preenchido após informar o campo "Código".
  • Fone: Esse campo será preenchido após informar o campo "Código".

Após isso clique na aba 3 - Notas Fiscais.

2 - Outros

2 - Outros

1.4. Na aba 3 - Notas Fiscais, clique com o botão direito e selecione a opção Incluir ou na parte inferior do campo clique em Incluir.

3 -  Notas Fiscais

3 - Notas Fiscais

1.4.1. Abrirá a tela Incluindo Nota Fiscal. Siga os passos abaixo.

  • Nota Fiscal: Informe o número da nota fiscal.
  • Série: Informe o Número de série da nota.
  • Subsérie: Informe o número de subsérie da nota.
  • Modelo: Informe o modelo da nota.
  • Data de emissão: Informe a data de emissão da nota.
  • Quantidade: Informe a quantidade de pedido.
  • M3: Informe os metros cúbicos do pedido.
  • Peso: Informe o peso do pedido.
  • Peso cubado: Informe o peso cubado do pedido.
  • Valor mercadoria: Informe o valor da mercadoria.
  • Espécie: Informe a espécie do pedido.
  • Natureza: Informe a natureza.
  • Pedido: Informe o número do pedido.

No grupo Reembolso Financeiro

  • Tipo: Informe o tipo de reembolso financeiro que irá ser utilizado.
  • Data baixa: Informe a data baixa.

Após isso clique no botão Confirmar.

Incluind_Nota_Fiscal

1.5. Voltando para aba Incluindo Nota fiscal de Serviço, poderá notar a nota recém incluída, após isso clique na aba 4 - Conf Cálculo/Valores.

3_Aba_Incluindo

1.6. Na aba 4 - Conf Cálculo/Valores, Calcule o frente no botão Calcular.

  • Trajeto: Neste campo pode ser informar trajeto a ser utilizado na Nota Fiscal de Serviço. *Este campo foi publicado na patch 216 dia 28/08/2017
  • Origem: Este campo é preenchido automaticamente e não é possível altera-lo. Quando um documento que possua trajeto é vinculado ou quando o trajeto é sugerido/informado manualmente conforme parâmetros da Unidade, este campo será preenchido com a informação de onde veio o trajeto. *Este campo foi publicado na patch 216 dia 28/08/2017
4 - Conf Cálculo/Valores

4 - Conf Cálculo/Valores

1.7. Na aba 5 -Itens, Inclua o item. Clique com o botão direito e selecione a opção Incluir ou na parte inferior da tela clique no botão Incluir.

5 - Itens

5 - Itens

1.8. Abrirá a tela de Incluindo Item. Siga os passos abaixo.

  • Serviço: Informe o tipo de serviço será utilizado pela operação.
  • Descrição do serviço: Será preenchido de acordo com a opção selecionada acima.
  • Quantidade: Informe a quantidade de itens.
  • Valor unitário: Informe o valor unitário do item.
  • Valor total: Esse campo será preenchido automático de acordo com os valores informados acima
  • Valor líquido: Informe o valor liquido do equipamento.
  • Tipo de operação: Informe o tipo de operação que será utilizado no item.
  • Descrição do serviço: O número limite de caracteres para esse campo é de 255.

Caso possuam o imposto ISS no Item da nota, será gerado um título no contas a pagar para que seja realizado o pagamento do imposto. Caso o título gerado esteja composto, não será possível cancelar a nota.

incluindo item

Incluindo item

1.9. Após ter clicado em confirmar e e vá na aba 6 - Impostos. Poderá visualizar o item que foi incluído anteriormente.

5 - Itens

5 - Itens

1.10. Na aba 6 - Impostos, visualize os impostos calculados. Após isso clique na aba 7 - Observação.

6 - Impostos

6 - Impostos

1.11. Na aba 7 - Observações, poderá ser registrado algumas informações.

  • Observações: Informe se a alguma observação a ser feita.
  • Dados adicionais(automático): Esse campo será preenchido automático de acordo com as configurações definidas.
  • Observação redução INSS: Informe se a alguma observação a ser feita.
  • Observação Lei da transparência dos tributos: Informe se alguma observação a ser feita.

Após isso clique na aba 9 - Parcelas.

7 - Observações

7 - Observações

1.12. Na aba 8 - Parcelas, nessa aba poderá ver todas as parcelas registradas.

8 - Parcelas

8 - Parcelas

1.13. Na aba 9 - Rateio doc. Clique com o botão direito e selecione a opção Incluir ou no botão na parte inferior da tela clique no botão Incluir.

9 - Rateio doc

9 - Rateio doc

1.14. Abrirá a tela Incluindo Rateio de Documento. Siga os passos abaixo.

  • Sequencia: Esse campo será informado automatico.
  • Tipo de documento: Informe o tipo de documento para a operação.
  • Filial: Informe a filial para a operação.
  • Unidade: Informe a unidade para a operação.
  • Diferenciador: Informe o diferenciador da operação.
  • Série: Informe o número de série.
  • Número: Informe o número da operação.
  • Tipo de custo: Informe o tipo de custo da operação.
  • Peso: Informe o peso da operação.
  • Valor Rateio: Informe o valor do rateio.

Após isso clique no botão Confirmar.

Incluindo Rateio

Incluindo Rateio

1.15. Ao voltar para tela Incluindo Nota fiscal de Serviço, vai estar informado o rateio registrado acima. Após isso clique na aba 10 - Outras Informações

9rateioincluido

1.16. Na aba 10 - Outras Informações. Todos os campos serão preenchidos automaticamente pelo sistema após enviar a nota.

  • Ambiente emissão: Esse campo será preenchido automaticamente pelo sistema após o envio da nota.
  • Contingência: Esse campo será preenchido automaticamente pelo sistema após o envio da nota.
  • Situação: Esse campo será preenchido automaticamente pelo sistema após o envio da nota.
  • Data de envio: Esse campo será preenchido automaticamente pelo sistema após o envio da nota.
  • Número protocolo de envio: Esse campo será preenchido automaticamente pelo sistema após o envio da nota.
  • Número protocolo de autorização: Esse campo será preenchido automaticamente pelo sistema após o envio da nota.
  • Número protocolo de cancelamento: Esse campo será preenchido automaticamente pelo sistema após o envio da nota.
  • Chave acesso NFS-e: Esse campo será preenchido automaticamente pelo sistema após o envio da nota.
  • Chave acesso RPS: Esse campo será preenchido automaticamente pelo sistema após o envio da nota.
  • Descrição de resposta: Esse campo será preenchido automaticamente pelo sistema após o envio da nota.
10 - Outras Informações

10 - Outras Informações

Como gerar Nota Fiscal de Serviço a partir de um recibo

1. Acesse o módulo Vendas > Nota Fiscal de Serviço > Manutenção. Clique com o botão direito na tela principal e selecione a opção Gerar NFs a Partir de Recibo(s).

1

1.2 Ao abrir a tela para gerar a Nota Fiscal de Serviço, algum campos já virão preenchidos, entretanto é necessário informar os campos abaixo:

  • Selecionar recibos: Neste campo é possível determinar se você irá escolher os recibos que irão gerar aquela Nota Fiscal de Serviço ou se serão utilizados todos os recibos. Quando selecionado a opção Sim, será habilitado a aba "2 - Selecionar recibos"
  • Cliente: Deve ser informado o cliente da Nota fiscal de serviço.
  • Serviço: Informe o tipo de serviço.

2

1.3 Na aba "2 - Selecionar recibos", marque os recibos que serão utilizados para gerar a Nota Fiscal de Serviço e clique no botão Confirmar.

3

1.4 Ao retornar para a tela principal estará a Nota Fiscal de Serviço gerada com os recibos selecionados. Revise as informações geradas e imprima normalmente.

4

Manuais Vinculados com Nota fiscal de serviço - Como gerar Nota fiscal de serviço através de contrato do cliente ?
Gerar Nota fiscal de serviço através de contrato do cliente

O que é?

Processo que disponibiliza uma forma alternativa para geração de Notas Fiscais de Serviço.

Quando utilizar?

Quando for necessário utilizar-se dos contratos para gerar Notas Fiscais de Serviço.

Como fazer?

1. Primeiramente, é necessário incluir um Contrato, para isso, acesse o módulo Cadastros Básicos/Clientes, Fornecedores, etc.../Manutenção.

Módulo

Módulo

1.1. Será exibida a tela onde poderão ser selecionados clientes e fornecedores, selecione o cliente desejado e clique com o botão direito sobre ele, selecionando a opção Vínculos.

Vínculos

Vínculos

1.2. Ao ser exibida a tela de vínculos, clique com o botão direito sobre o registro Cliente e selecione a opção Contratos.

Contratos

Contratos

1.3. Uma vez exibida a tela dos Contratos, selecione a opção Incluir através do botão direito ou através do botão no lado inferior da tela.

Incluindo Contrato

Incluindo Contrato

1.4 Na tela de inclusão do contrato, será necessário preencher os seguintes campos:

Data inicial: Preencha com a a data inicial referente ao Contrato (Campo obrigatório).

Data final: Preencha com a a data final referente ao Contrato (Campo obrigatório).

Valor: Preencha com a valor a ser utilizado nesse Contrato.

Quantidade: Esse campo é utilizado para determinar o valor final, o cálculo realizado é: Valor*Quantidade

Dia base: Informe o dia base para emissão das notas.

Serviço: Selecione o serviço padrão do Contrato (Campo obrigatório).

Tipo de Operação: Selecione o tipo de operação padrão do Contrato.

Filial Cobrança: Selecione a filial na qual será realizada a cobrança.

Unidade Cobrança: Selecione o tipo de operação padrão do Contrato.

Més reajuste: Informe um més para fazer o reajuste do contrato.

Situação: Selecione a situação do contrato.

Inclusão

Contrato

É importante verificar se o Tipo de Operação informado aqui possuí um Parâmetro por Município definido, pois a Nota Fiscal de Serviço ficará incompleta caso não estejam definidos os campos que alimentarão o bloco da NFS-e na nota, mais abaixo está explicado como incluir essa informação. Segue imagem mostrando o bloco da NFS-e, dentro da Nota Fisal de Serviço, que serão alimentados pelo parâmetro definido no Tipo de Operação.

Bloco NFS-e

Bloco NFS-e

2.0. Acesse o módulo Vendas/Nota Fiscal de Serviço/Manutenção.

Manutenção

Manutenção

 

2.1. Através do botão direito, selecione a opção Gerar NFs a Partir de contrato(s).

Gerar NFs a Partir de Contrato(s)

Gerar NFs a Partir de Contrato(s)

2.2. Abrirá a tela de Gerar Nota fiscal de Serviço a partir de Contrato(s).

    • Modelo: Selecione o modelo de nota fiscal de serviço que será utilizado que por padrão vem com o modelo 7.
    • Filial: Selecione a filial na qual será gerada a nota fiscal de serviço.
    • Unidade: Selecione a unidade na qual será gerada a nota fiscal de serviço.
    • Período: Informe um período no qual esteja contemplado o período descrito no contrato que será utilizado.
    • Cliente: Selecione o cliente para qual foi criado o contrato.
    • Tipo de operação: Informe o tipo de operação a ser utilizado na Nota Fiscal de Serviço .
    • Condição de pagamento: Esse campo é alterável, porém, será preenchido automaticamente caso o cliente informado possua uma condição de pagamento definida no seu cadastro, nas Configurações de Faturamento.

Lembrando que se não existir o tipo de operação informado no contrato, a NFS-e usa o tipo de operação informado na tela de geração da NFS-e. Está regra é aplicada também para a condição de pagamento.

Gerando Nota Fiscal de Serviço

Gerando Nota Fiscal de Serviço

2.3. Para verificar se o Tipo de Operação possui ou não um Parâmetro por Município acesse, através do campo Tipo de operação clicando duas vezes sobre o mesmo ou utilizando botão F9 quando o mesmo estiver selecionado,

Selecionando o Tipo de Operação

Selecionando o Tipo de Operação

2.4. Na tela dos tipos de operação. Na mesma selecione o tipo de operação que será utilizado clicando sobre ele com o botão direito e selecionando a opção Parâmetro por Município.

Parâmetro por município

Parâmetro por município

2.5. Na tela de Parâmetros por Município, caso não exista nenhum, clique com o botão direito selecione a opção Incluir ou através do botão no canto inferior da tela.

Incluir

Incluir

2.6. Será exibida a tela Incluindo Parâmetro por Município.

  • Filial: Selecione a filial do prestador.
  • Servição padrão: Solicite o código de serviço de município para o setor contábil da empresa.
  • Tributação: Solicite o código de tributação com o setor da contábil da empresa.
  • Natureza operação: Solicite a Natureza operação com o setor contábil da empresa.

 

  • Local de prestação do serviço:
    • No município sem retenção: Selecione essa opção se a operação for sem retenção.
    • No município com retenção: Selecione essa opção se a operação for com retenção.
    • Fora do município sem retenção: Selecione essa opção se a operação for fora do município e sem retenção.
    • Fora do município com retenção: Selecione essa opção se a operação for fora do município e com retenção.
    • Fora do município com pagamento local: Selecione essa opção se a operação for fora do município com pagamento local

Responsável pela retenção:

  • Tomador: Selecione essa opção para que o tomador seja o responsável pela retenção.
  • Intermediário: Selecione essa opção para que o intermediário seja o responsável pela retenção.
  • Prestador: Selecione essa opção para que o prestador seja o responsável pela retenção.
Após isso clique no botão confirmar e retorne para tela de Gerar Nota Fiscal de Serviço a partir de Contrato(s)
Incluindo Parâmetro por município

Incluindo Parâmetro por município

2.7. Uma vez na tela de Gerar Nota fiscal de Serviço a partir de Contratos(s), certifique-se que os campos foram preenchidos corretamente. Clique em Confirmar. Ao Confirmar, serão geradas Notas Fiscais de Serviço para todos os Contratos existentes no Vínculo do cliente informado.

Confirmando

Confirmando

2.8. Será exibida na tela a mensagem demonstrando que o processo fora concluído.

Nota fiscal de Serviço gerada com sucesso

Nota fiscal de Serviço gerada com sucesso

3.0 Ao consultarmos as notas geradas, podemos verificar que, as informações referentes à NFS-e aparecem de acordo com o Parâmetro por Município definido no Tipo de Operação, abaixo, conseguimos verificar imagens mostrando essa situação.

Parâmetros por Município do Tipo de Operação Definido no Contrato

Parâmetros por Município do Tipo de Operação Definido no Contrato

3.1. Ao consultarmos a Nota Fiscal de Serviço, podemos verificar que os campos foram preenchidos de acordo.

Consulta da Nota Fiscal de Serviço

Consulta da Nota Fiscal de Serviço

3.2. Outras informações que podemos conferir, se encontram na Aba 2- Itens, consultando o item, podemos verificar o Tipo de Operação, o Serviço, a Quantidade e outros campos definidos no Contrato.

Consultando Item da Nota Fiscal de Serviço

Consultando Item da Nota Fiscal de Serviço

 

 

Relação de prefeituras que clientes Avacon já esta emitindo NFS-e em produção:

Prefeitura de Rio grande

1.21.1 "Responsável pela retenção/Prestador."

Segue abaixo a imagem, um exemplo de NFSE emitida e autorizada na prefeitura de Rio Grande. Neste exemplo o responsável pela retenção do ISS é o Prestador.

Os códigos são definidos pela Prefeitura local de acordo com os serviços informados e são exclusivos da empresa que os solicitou. Segue exemplo de código de uma empresa de Rio Grande, onde é usado o código 2001 para transporte Municipal 3%, sendo este código valido apenas daquela empresa.

Prefeitura de  Rio grande

Prefeitura de Rio grande - Prestador

1.21.2. "Responsável pela retenção/Tomador."

Segue abaixo a imagem, um exemplo de NFSE emitida e autorizada na prefeitura de Rio Grande. Neste exemplo o responsável pela retenção do ISS é o Tomador.

Os códigos são definidos pela Prefeitura local de acordo com os serviços informados e são exclusivos da empresa que os solicitou. Segue exemplo de código de uma empresa de Rio Grande, onde é usado o código 1601 para transporte Municipal 2%, sendo este código valido apenas daquela empresa.

Prefeitura de Rio Grande - Tomador

Prefeitura de Porto Alegre

1.21.3. "Responsável pela retenção/Prestador."

Segue abaixo a imagem, um exemplo de NFSE emitida e autorizada na prefeitura de Porto Alegre. Neste exemplo o responsável pela retenção do ISS é o Prestador.

Os códigos são definidos pela Prefeitura local de acordo com os serviços informados e são exclusivos da empresa que os solicitou. Segue exemplo de código de uma empresa de Porto Alegre, onde é usado o código 11.04 Armazenamento...., sendo este código valido apenas daquela empresa.

Prefeitura de Porto alegre - Prestador

1.21.4. "Responsável pela retenção/Prestador."

Segue abaixo a imagem, um exemplo de NFSE emitida e autorizada na prefeitura de Porto Alegre. Neste exemplo o responsável pela retenção do ISS é o Prestador.

Os códigos são definidos pela Prefeitura local de acordo com os serviços informados e são exclusivos da empresa que os solicitou. Segue exemplo de código de uma empresa de Porto Alegre, onde é usado o código 14.02 Assistência técnica, sendo este código valido apenas daquela empresa.

UnidaSul

Prefeitura de Canoas

1.21.5. "Responsável pela retenção/Tomador."

Segue abaixo a imagem, um exemplo de NFSE emitida e autorizada na prefeitura de Canoas. Neste exemplo o responsável pela retenção do ISS é o Tomador.

Os códigos são definidos pela Prefeitura local de acordo com os serviços informados e são exclusivos da empresa que os solicitou. Segue exemplo de código de uma empresa de Canoas, onde é usado o código 1104 Tributação fora do município, sendo este código valido apenas daquela empresa.

Prefeitura de Sapucaia do Sul

Prefeitura de Sapucaia do Sul

1.21.6. "Responsável pela retenção/Tomador."

Segue abaixo a imagem, um exemplo de NFSE emitida e autorizada na prefeitura de Canoas. Neste exemplo o responsável pela retenção do ISS é o Tomador.

Os códigos são definidos pela Prefeitura local de acordo com os serviços informados e são exclusivos da empresa que os solicitou. Segue exemplo de código de uma empresa de Canoas, onde é usado o código 1104 Armazenagem carga e descarga, sendo este código valido apenas daquela empresa..

Canoas - Tomador

Canoas - Tomador

1.21.7. "Responsável pela retenção/Tomador."

Segue abaixo a imagem, um exemplo de NFSE emitida e autorizada na prefeitura de Canoas. Neste exemplo o responsável pela retenção do ISS é o Tomador.

Os códigos são definidos pela Prefeitura local de acordo com os serviços informados e são exclusivos da empresa que os solicitou. Segue exemplo de código de uma empresa de Canoas, onde é usado o código 1104 Armazenagem carga e descarga, sendo este código valido apenas daquela empresa..

Canoas -  Fora do município com retenção.- Tomador

Canoas - Fora do município com retenção.- Tomador

1.21.8. "Responsável pela retenção/Tomador."

Segue abaixo a imagem, um exemplo de NFSE emitida e autorizada na prefeitura de Canoas. Neste exemplo o responsável pela retenção do ISS é o Tomador.

Os códigos são definidos pela Prefeitura local de acordo com os serviços informados e são exclusivos da empresa que os solicitou. Segue exemplo de código de uma empresa de Canoas, onde é usado o código 1104 Armazenagem carga e descarga, sendo este código valido apenas daquela empresa..

Canoas - Fora do município sem retenção - Tomador

Canoas - Fora do município sem retenção - Tomador

Prefeitura de Carazinho

1.21.9."Responsável pela retenção/Prestador."

Segue abaixo a imagem, um exemplo de NFSE emitida e autorizada na prefeitura de Carazinho. Neste exemplo o responsável pela retenção do ISS é o Prestador.

Os códigos são definidos pela Prefeitura local de acordo com os serviços informados e são exclusivos da empresa que os solicitou. Segue exemplo de código de uma empresa de Carazinho, onde é usado o código 11,04, sendo este código valido apenas daquela empresa.

Prefeitura de Carazinho - Prestador

Prefeitura de Carazinho - Prestador

Prefeitura de Simões Filho

1.21.10."Responsável pela retenção/Tomador."

Segue abaixo a imagem, um exemplo de NFSE emitida e autorizada na prefeitura de Simões Filho. Neste exemplo o responsável pela retenção do ISS é o Tomador.

Os códigos são definidos pela Prefeitura local de acordo com os serviços informados e são exclusivos da empresa que os solicitou. Segue exemplo de código de uma empresa de Simões Filho, onde é usado o código 31601 Serviço de transportes de natureza municipal, sendo este código valido apenas daquela empresa.

Prefeitura simões filho - Fora do município -  tomador

Prefeitura simões filho - Fora do município - tomador

Prefeitura de Montenegro

1.21.11."Responsável pela retenção/Tomador."

Segue abaixo a imagem, um exemplo de NFSE emitida e autorizada na prefeitura de Monte Negro. Neste exemplo o responsável pela retenção do ISS é o Tomador.

Os códigos são definidos pela prefeitura local de acordo com os serviços informados e são exclusivos da empresa que os solicitou. Segue exemplo de código de uma empresa de Monte Negro, onde é usado o código 11.04 Armazenamento, depósito, carga... Sendo este código valido apenas daquela empresa.

Prefeitura de Monte Negro  - Tomador

Prefeitura de Monte Negro - Tomador

Prefeitura de Cachoeirinha

1.21.12."Responsável pela retenção/Tomador."

Segue abaixo a imagem, um exemplo de NFSE emitida e autorizada na prefeitura de Cachoeirinha. Neste exemplo o responsável pela retenção do ISS é o Tomador.

Os códigos são definidos pela Prefeitura local de acordo com os serviços informados e são exclusivos da empresa que os solicitou. Segue exemplo de código de uma empresa de Cachoeirinha, onde é usado o código 33.01, sendo este código valido apenas daquela empresa.

Prefeitura de Cachoerrinha

Prefeitura de Cachoeirinha - Tomador

Prefeitura de Caxias do Sul

Segue abaixo a imagem, um exemplo de NFSE emitida e autorizada na prefeitura de Caxias do Sul. Neste exemplo o responsável pela retenção do ISS é o prestador.

 Os códigos são definidos pela Prefeitura local de acordo com os serviços informados e são exclusivos da empresa que os solicitou. O código de Tributação da nota deve ser o código IBGE da cidade de Caxias do Sul. Lembrando que o código do item também influencia no processamento da nota Emitida em Caxias do Sul, o código do Serviço Município e  item(Serviço) deve ser disponibilizado pela prefeitura da cidade.

Emissão na Cidade de Caxias

Emissão na Cidade de Caxias do Sul

Lembramos que o Código do serviço interfere no processamento da nota, o código será disponibilizado pela prefeitura e deve ser cadastrado no avacorp

Exemplo

Na nota abaixo o código é 789 que foi disponibilizado pela Prefeitura de Caxias do Sul e foi cadastrado no Avacorp, para que a nota fosse processada corretamente, o mesmo deve ser utilizado como item na aba 5 - Itens.

Item

Item

Prefeitura de Rio de Janeiro

Segue abaixo a imagem, um exemplo de NFSE emitida e autorizada na prefeitura de Rio de Janeiro. Neste exemplo o responsável pela retenção do ISS é o prestador.

 Os códigos são definidos pela Prefeitura local de acordo com os serviços informados e são exclusivos da empresa que os solicitou. Segue exemplo de código de uma empresa de Rio de Janeiro, onde é usado o código 1601, sendo este código valido apenas daquela empresa.

NFse

Emissão em Rio de Janeiro

Prefeitura de Igrejinha

Segue abaixo a imagem, um exemplo de NFSE emitida e autorizada na prefeitura de Igrejinha. Neste exemplo o responsável pela retenção do ISS é o prestador.

Os códigos são definidos pela Prefeitura local de acordo com os serviços informados e são exclusivos da empresa que os solicitou. Segue exemplo de código de uma empresa de Igrejinha, onde é usado o código 1104, sendo este código valido apenas daquela empresa.

Prefeitura de Igrejinha

Prefeitura de Igrejinha

Prefeitura de Curitiba

Segue abaixo a imagem, um exemplo de NFSE emitida e autorizada na prefeitura de Curitiba. Neste exemplo o responsável pela retenção do ISS é o prestador.

Os códigos são definidos pela Prefeitura local de acordo com os serviços informados e são exclusivos da empresa que os solicitou. Segue exemplo de código de uma empresa de Curitiba, onde é usado o código 2003, sendo este código valido apenas daquela empresa.

NFS-e  emitida em Curitiba

NFS-e emitida em Curitiba

Prefeitura de Guarulhos

Segue abaixo a imagem, um exemplo de NFSE emitida e autorizada na prefeitura de Guarulhos. Neste exemplo o responsável pela retenção do ISS é o prestador.

Os códigos são definidos pela Prefeitura local de acordo com os serviços informados e são exclusivos da empresa que os solicitou. Segue exemplo de código de uma empresa de Guarulhos, onde é usado o código 16.01, sendo este código valido apenas daquela empresa.

Autorizada pela Prefeitura de Guarulhos

NFS-e emitida em Guarulhos

Prefeitura de Santos

Segue abaixo a imagem, um exemplo de NFSE emitida e autorizada na prefeitura de Santos. Neste exemplo o responsável pela retenção do ISS é o prestador.

Os códigos são definidos pela Prefeitura local de acordo com os serviços informados e são exclusivos da empresa que os solicitou. Segue exemplo de código de uma empresa de Santos, onde é usado o código 16.01, sendo este código valido apenas daquela empresa.

NFS-e Emitida em Santos

NFS-e Emitida em Santos

Prefeitura de Mato Grosso do Sul
  • A prefeitura de Campo Grande utiliza o padrão DSFNET e ela exige a tag operação no envio do XML. Isso Significa que a Operação Tributação nunca pode ser Não - Não se Aplica. 
  • A Prefeitura de Campo Grande não aceita o código CNAE na hora do envio, apenas aceita o código de tributação com 9 dígitos.
IMPORTANTE

A prefeitura de Campo Grande -  Mato Grosso do Sul só aceita notas em ordem sequencial, caso a nota seja rejeitada deverá ser deletada e ser enviada novamente. Notas canceladas irão manter a numeração. Para realizar esse processo o parâmetro abaixo deve estar como SIM

Parâmetro que autoriza deletar notas Rejeitadas

Parâmetro que autoriza deletar notas Rejeitadas

 Os códigos são definidos pela Prefeitura local de acordo com os serviços informados e são exclusivos da empresa que os solicitou. Segue exemplo de código de uma empresa de Mato Grosso, onde é usado o código 1104, sendo este código valido apenas daquela empresa. 

NFS-e Emitida na Prefeitura de Mato Grosso

NFS-e Emitida na Prefeitura de Mato Grosso

Print Friendly, PDF & Email

Tutoriais Relacionados

  • Manual do Serviço AvaProcessarNumeracaoDocumento
  • Manual do Serviço AVA-DOC
  • Manual Processo de Envio de Fatura – Cópia Eletrônica
  • Manual Serviço AvaTracert
  • Manual Processo de Avaliação de Veículos (Questionário/Checklist)

  • Top