Manual Conhecimento(CT-e) | Praxio - AvaWiki



Manual Conhecimento(CT-e)

O que é?

Processo que disponibiliza a geração de Conhecimento.

Como fazer?

Índice

1. Configurações 

1.1 Parâmetros Empresa

1.2 Parâmetros Unidade

2. Gerar via XML

2.1 Como gerar conhecimento via XML

3. Manutenção

3.1 Como emitir Conhecimentos (Ct-e)

3.1.1 Emissão Padrão.

3.1.2 Importação de XML

3.1.3 Importação de EDI

3.1.4 Fundo de Combate à Pobreza - Emenda Constitucional nº87 de 2015

3.1.4.1 Configuração.

3.1.4.2 Emissão

3.1.5 Transporte Iniciado em UF <> UF Inscrição do Prestador

3.1.5.1. Configuração.

3.1.5.2. Emissão

3.1.6 Rateio de Conhecimento

3.1.7. Emissão Multimodal

3.1.7.1. Emitindo o Conhecimento do Tipo Multimodal

3.1.7.2. Emitindo o Conhecimento Vinculado ao Multimodal - Manual

3.1.7.3. Emitindo o Conhecimento Vinculado ao Multimodal - Leitura de Chave de CT-e Multimodal

3.1.8. Ct-e de Substituição ( Contribuinte)

3.1.8.1. Aspectos Legais.

3.1.8.2. Parametrização

3.1.8.2.1.  Parâmetros no Tipo de Operação

3.1.8.2.2. Parâmetros no Conhecimento

3.1.8.3. Emissão - Ct-e de Substituição (Contribuinte)

3.1.9. Ct-e de Anulação ( Não Contribuinte)

3.1.9.1. Aspectos Legais

3.1.9.2.  Parametrização no Conhecimento

3.1.9.3. Emissão - Ct-e Anulação (Não Contribuinte)

3.1.10. Ct-e com Taxa de Dificuldade de Entrega (TDE - Destinatário)

3.1.10.1 Diagrama de Como funciona o TDE

3.1.10.2. Cadastro de TDE - Destinatário

3.1.10.3. Configurações de TDE na tabela de Frete

3.1.10.4. Configurações da Tabela de Frete no vínculo de Cliente

3.1.10.5. Calculando Ct-e com TDE

3.1.11. Exportação de mercadoria - Preponderantemente Exportação

3.1.11.1. Configurações Estrutura Holding, Configuração de Cadastro de Cliente e Configurações de ICMS

3.1.11.1.1. Configuração na Estrutura da Holding

3.1.11.1.2. Configuração de Cadastro de cliente

3.1.11.1.3. Configurações de ICMS.

3.1.11.2. Emissão do Ct-e

3.1.12. Substituição Tributária - Repetidas Prestações de Serviço com Contrato

3.1.12.1. Configuração

3.1.12.1.1. Configuração de Cadastro de cliente

3.1.12.1.2. Configurações de ICMS.

3.1.12.2. Emissão do Ct-e

3.1.13 Como utilizar ICMS para base do cálculo de crédito presumido

3.1.13.1. Configuração

3.1.13.2. Emissão

3.2. Como informar o conteúdo da TAG obsCont na Observação Digitada

3.3. Como Incluir um Comprovante de Entrega para Todas as Notas Fiscais do Conhecimento

3.4. Anulação Contábil para Conhecimento com File Logic

4. Relatórios

Configurações do Conhecimento
Parâmetros Empresa

1. Preencha os campos conforme a necessidade:

  • Utilizar peso bruto/impureza: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será possível utilizar ou não o peso bruto
  • Importar peso no peso bruto EDI: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será possível utilizar o valor do peso no peso bruto quando realizado importação de EDI.

No agrupamento Itens da Nota Fiscal do Conhecimento:

  • Digitar os itens da nota fiscal: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será possível ou não informar manualmente o itens da nota fiscal.
  • Importar itens do XML: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será possível ou não importar os itens do XML.
  • Utilizar notas fiscais mãe:  Informe se deseja utilizar nota fiscal mãe na operação.
  • Casas decimais pesos documentos: Neste campo deve ser selecionado a quantidade de casas decimais dos pesos no documento, podendo selecionar: 0, 1, 2 ou 3.
  • Adicionar número CTRC no histórico: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será possível ou não adicionar o número do Conhecimento(CT-e) no histórico contábil.
  • Adicionar o pagador do frete no histórico: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será possível ou não adicionar o CPF/CNPJ do pagador do frete no histórico contábil.
  • Ocorrência padrão entrega: Neste campo pode ser selecionado uma ocorrência padrão quando for realizar a entrega.
  • Arredondar frete: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será possível ou não arredondar o valor o frete.
  • Buscar vendedor/comissão faixar permanência no cadastro pelo:Este campo possui 2 opções: Pagador do Frete ou Pagador do Frete/Remetente.
    • Pagador do Frete: Quando selecionada esta opção será buscado o vendedor/comissão da faixa de permanência no cadastro do pagador do frete.
    • Pagador do Frete/Remetente: Quando selecionada esta opção será buscado o vendedor/comissão da faixa de permanência no cadastro do pagador do frete e/ou remetente.

No agrupamento Tabela Geral Cliente Inativo:

  • Utilizar tabela geral cliente inativo: Informe se deseja utilizar a tabela geral do cliente inativo.
  • Dias inativos p/usar na tabela: Este campo ficará ativo somente quando o campo Utilizar tabela geral cliente inativo estiver configurado como Sim. Nele pode ser informado a quantidade de dias de inatividade para usar a tabela.

No agrupamento Bloqueio da emissão de CTRC:

  • Bloquear a emissão quando o cliente estiver: Este campo possui 3 opções: Em atraso, Não bloquear ou Protestado.
    • Em atraso: Quando selecionado esta opção, não será permitido emitir Conhecimento (CT-e) se o cliente estiver com a situação em atraso.
    • Não bloquear: Quando selecionado esta opção não irá ocorrer nenhum bloqueio na emissão do Conhecimento(CT-e).
    • Protestado: Quando selecionado esta opção não será permitido emitir Conhecimento (CT-e) se o cliente estiver com a situação de protestado.
  • Dias para bloquear a emissão quando cliente estiver em atraso:Este campo ficará ativo somente quando o campo Bloquear a emissão quando o cliente estiver estiver configurado como Em atraso. Nele pode ser informado a quantidade de dias em atrasado que deverá ser bloqueado a emissão de Conhecimento (CT-e) para este cliente.
  • Utilizar verificação de atrasos:Este campo ficará ativo somente quando o campo Bloquear a emissão quando o cliente estiver estiver configurado como Em atraso. Nele pode ser selecionado a forma de buscar se o cliente possui atrasos, se será por CNPJ/CPF/Código ou apenas pelo Radical do CNPJ.
  • Buscar filial e unidade de destino: Este campo possui 2 opções: Cidade entrega ou Cidades atendidas pela filial.
    • Cidade entrega: Quando selecionada esta opção a busca pela filial e unidade de destino do Conhecimento(CT-e) será realizada pela cidade de entrega informada.
    • Cidades atendidas pela filial: Quando selecionada esta opção a busca pela filial e unidade de destino do Conhecimento(CT-e) será realizada pelas cidades atendidas pela filial. Este configuração encontra-se no módulo Cadastros Básicos > Estrutura da Holding > Unidade.
  • Valor do frete cortesia: Neste campo pode ser informado valor que será utilizado como frete cortesia.
  • Mostrar browse de naturezas de mercadoria de tabelas de frete origem X destino: Neste campo é possível informar se será aberto uma nova tela com as naturezas de mercadorias após selecionar a tabela de frete para calcular.
  • Zerar valores de frete quando for selecionado para não utilizar tabela de frete:  Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será possível ou não zerar todos os valores do frete quando não for utilizar tabela de frete.
  • Quantidade de dias para manter XML: Neste campo deve ser informado a quantidade de dias em que o sistema irá manter os XML.
  • Dados da seguradora obrigatórios:  Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será obrigatório ou não informar os dados do seguro.
  • Truncar valor imposto COFINS: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será possível ou não retirar as casas decimais do COFINS.
  • Truncar valor imposto PIS: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será possível ou não retirar as casas decimais do PIS.
  • Zerar valores do seguro quando tipo de serviço for subcontratação: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será possível ou não zerar os valores do seguro, quando o tipo de serviço for subcontratação.

No agrupamento Bloqueio da emissão quando valor maior que o definido:

  • Bloquear a emissão quando o peso for maior que o definido: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será possível ou não bloquear a emissão do Conhecimento(CT-e) quando o peso for maior que o definido.
  • Peso máximo: Neste campo pode ser definido um peso máximo para o Conhecimento(CT-e).
  • Bloquear a emissão quando o valor da mercadoria for maior que o definido: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será possível ou não bloquear a emissão do Conhecimento(CT-e) quando o valor da mercadoria for maior que o definido.
  • Valor máximo da mercadoria: Neste campo pode ser definido um valor máximo para a mercadoria no Conhecimento(CT-e).
Parâmetro da Empresa

Parâmetro da Empresa

2. Preencha os campos conforme a necessidade:

  • Buscar as configurações de seguro do cliente: Este campo possui 4 opções: Remetente, Destinatário, Pagador do frete ou Tomador do serviço. Dependendo da opções escolhida será buscado as informações do seguro no cadastro.
  • Buscar as configurações de previsão de entrega do cliente:Este campo possui 4 opções: Remetente, Destinatário, Pagador do frete ou Cliente tabela utilizada. Dependendo da opções escolhida será buscado as configurações da previsão de entrega no cadastro do cliente.
  • Checar a duplicidade das nota fiscal pelo: Este campo possui 3 opções: Remetente, data de emissão e número ou Remetente e número ou remetente. número e série. Dependendo da configuração a validação da duplicidade da Nota Fiscal ocorrerá conforme o nome da opção escolhida.
  • Ação na duplicidade de nota fiscal:Este campo possui 2 opções: Somente avisa ou bloquear. Dependendo da configuração quando o sistema encontrar uma duplicidade, poderá ser bloqueado a emissão do Conhecimento(CT-e) ou será apenas emitido um aviso, permitindo a emissão do Conhecimento(CT-e).

No agrupamento Padrão Mercadoria:

  • Natureza: Neste campo pode ser informado uma natureza padrão, que ao incluir uma Nota Fiscal, o campo será preenchido com a mesma.
  • Espécie: Neste campo pode ser informado uma espécie padrão, que ao incluir uma Nota Fiscal, o campo será preenchido com a mesma.
  • Filtrar por filial/unidade emissão ao selecionar coletas: Informe se deseja filtrar por filial/Unidade ao selecionar coletas.
  • Filtrar por filial/unidade emissão ao selecionar cotação de frete: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração o filtro que mostra a seleção da cotação de frete poderá ser ou não por filial/unidade de emissão.

No agrupamento Obrigatório Conhecimento:

  • Quantidade: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será obrigatório ou não o Conhecimento(CT-e) possuir uma quantidade.
  • Peso: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será obrigatório ou não o Conhecimento(CT-e) possuir um peso.
  • Valor da mercadoria: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será obrigatório ou não o Conhecimento(CT-e) possuir um valor de mercadoria.
  • Valor total da prestação: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será obrigatório ou não o Conhecimento(CT-e) possuir um valor total de prestação.
  • Quantidade cálculo frete: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será obrigatório ou não o Conhecimento(CT-e) possuir uma quantidade no cálculo frete.

No agrupamento Obrigatório Nota Fiscal:

  • Quantidade: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será obrigatório ou não a Nota fiscal possuir uma quantidade.
  • Peso: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será obrigatório ou não a Nota fiscal possuir um peso.
  • Valor da mercadoria:Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será obrigatório ou não  a Nota fiscal possuir um valor de mercadoria.
  • Mostrar legenda contas receber: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será possível ver ou não a legenda contas a receber na tela principal do Conhecimento(CT-e).
  • Aceitar peso cubado menor que peso: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração irá permitir que o peso cubado seja menor que o peso.
  • Bloquear alteração de filial/unidade destino: Este campo possui 2 opções: Após a entrega ou Não. Dependendo da configuração será permitido bloquear ou não a alteração da filial/unidade de destino após a entrega.
  • Considerar o destinatário ou o endereço de entrega no filtro de cotações de frete: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será considerado ou não no filtro da seleção da cotação de frete o destinatário ou o endereço de entrega.
  • Importar m3 do XML: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração irá importar ou não o m3 do XML.
  • Valor conversão m3: Neste campo pode ser informado um valor para converter o m3.
  • Buscar o peso para cálculo da cubagem no item da nota:Este campo possui 2 opções: Remetente ou Pagador do frete. Dependendo da configuração irá buscar o peso para utilizar no calculo da cubagem no cadastro do remetente ou no cadastro do pagador do frete.
  • Calcular o peso cubado na nota fiscal:Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será calculado ou não o peso cubado na nota fiscal.
  • Buscar condição de pagamento da: Este campo possui 2 opções: Unidade emissão ou Unidade pagamento. Dependendo da configuração a condição de pagamento será buscado na unidade emissora ou na unidade de pagamento.
  • Valor máximo para mercadoria por nota fiscal: Neste campo será possível informar um valor máximo para a mercadoria por nota fiscal.
  • Obrigatório informar previsão de entrega:Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será obrigatório ou não informar uma previsão de entrega.
Parâmetro da Empresa

Parâmetro da Empresa

3. Preencha os campos conforme a necessidade:

  • Tornar o consignatário pagador do frete quando este for informado: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração o consignatário, quando informado, será ou não informado como pagador do frete.
  • Permitir pagador do frete com código estrangeiro: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será possível ou não informar um cadastro estrangeiro como pagador do frete.
  • Checar a data de emissão na impressão: Este campo possui 2 opções: Se é menor que a atual ou Não. Dependendo da configuração será possível validar ou não se a data da impressão do Conhecimento(CT-e) é menor que a data atual.

No agrupamento Dias para Validar a Data de Emissão das Notas Fiscais de Transporte em Relação a Data de Emissão do Conhecimento:

  • Emissão anterior ao conhecimento: Neste campo poderá ser informado a quantidade de dias que será validado a data da emissão da Nota fiscal com a data de emissão do Conhecimento(CT-e). Caso a data validade ultrapasse a quantidade de dias informados, não será possível emitir o documento.
  • Emissão posterior ao conhecimento:Neste campo poderá ser informado a quantidade de dias que será validado a data da emissão da Nota fiscal com a data de emissão do Conhecimento(CT-e). Caso a data validade ultrapasse a quantidade de dias informados, não será possível emitir o documento.
  • Utilizar peso líquido:Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será possível ou não utilizar o peso líquido.
  • Utilizar calculo frete freteiro:Este campo ficará ativo somente quando o campo Utilizar peso líquido estiver configurado como Sim. Nele é possível optar que o calculo do frete freteiro seja realizado com o Peso ou Peso Líquido.
  • Ocorrência padrão emissão documento: Neste campo será possível informar uma ocorrência padrão. Toda vez que um Conhecimento(CT-e) for emitido, será inclusa esta ocorrência.
  • Ocorrência padrão emissão manifesto transferência:Neste campo será possível informar uma ocorrência padrão. Toda vez que um Conhecimento(CT-e) vinculado a um Manifesto de transferência, será inclusa esta ocorrência.
  • Ocorrência padrão emissão manifesto coleta/distribuição:Neste campo será possível informar uma ocorrência padrão. Toda vez que um Conhecimento(CT-e) vinculado a um Manifesto de coleta/distribuição, será inclusa esta ocorrência.
  • Ocorrência padrão cancelamento de manifesto:Neste campo será possível informar uma ocorrência padrão. Toda vez que um Conhecimento(CT-e) que está vinculado a um Manifesto e o mesmo for cancelado, será inclusa esta ocorrência.

No agrupamento Vinculações de Cotações:

  • Condição de pagamento a ser utilizada:Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração quando uma cotação de frete for vinculada ao Conhecimento(CT-e), poderá ser utilizado a condição de pagamento da Cotação ou então das configuração do Conhecimento(CT-e).
  • Utilizar prazo de entrega:Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração quando uma Cotação de frete for vinculada ao Conhecimento(CT-e), poderá ser utilizado o prazo de entrega da Cotação ou então das configuração do Conhecimento(CT-e).
  • Avisar se foi utilizado o frete garantia:Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração poderá ser exibido ou não uma mensagem de aviso de que o frete garantia foi utilizado.
  • Enviar placa de veiculo na observação do XML:Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração poderá ou não ser enviado a placa do veiculo nas observações do XML.
  • Jogar o número do pedido nas observações automáticas:Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração poderá informar ou não o número do pedido nas observações automáticas.
  • Nome a utilizar: Este campo ficará ativo somente quando o campo Jogar o número do pedido nas observações automáticas estiver configurado como Sim. Nele é possível informar um nome que será utilizado para informar o número do pedido.
  • % de pedágio para documentos sem tabela frete, sem cotação e que o pedágio compõem a base de cálculo ICMS (sobre frete peso/valor): Neste campo será possível informar um valor em percentagem de pedágio para quando não for utilizado tabela de frete e nem cotação de frete, mas o pedágio deve compor a base de cálculo do ICMS.

No agrupamento Vinculação de Coletas:

  • Alimentar as notas ficais com o número do pedido:Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração poderá informar ou não o número do pedido nas notas ficais quando uma Coleta for vinculada.
  • Utilizar o endereço (remetente, destinatário e consignatário): Neste campo deverá ser selecionado qual endereço será utilizado, se será o informado na Coleta ou se será pego do cadastro.
  • Utilizar tipo de carga e tipo de frete da coleta, somente quando ambos forem informados:Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração poderá ser utilizado ou não o tipo de carga e o tipo de frete da Coleta.
  • Filtrar coletas: Neste campo poderá ser selecionado como será realizado o filtro da vinculação das Coletas no Conhecimento, se será quando o remetente ou destinatários da coleta forem iguais ao remetente do conhecimento e o consignatário da coleta for igual ao consignatário do conhecimento OU quando o remetente, destinatário e consignatário da coleta forem iguais ao remetente, destinatário e consignatário do conhecimento.
  • Validar itens de coleta vinculados com notas:Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração poderá validar ou não os itens da coleta com as notas.
  • Permitir seleção de notas ficais de coleta:Este campo possui 2 opções: Conforme padrão do sistema ou Quando a coleta estiver rateada. Dependendo da configuração poderá selecionar as notas ficais da Coleta conforme o padrão do sistema ou se ela estiver rateada.
  • Condição de pagamento a ser utilizada:Neste campo poderá ser definido de onde será buscado a condição de pagamento, se será da coleta ou das configurações ou das configurações quando o pagador não estiver.
  • Código OTM: Neste campo deve ser informado o código de OTM(Operador de Transporte Multimodal). *Este campo foi publicado na patch 226 dia 19/09/2017
Parâmetro da Empresa

Parâmetro da Empresa

4. Preencha os campos conforme a necessidade:

  • Mostrar lista de cotações de frete após seleção de coletas quando coletas vinculadas não tiverem origem em cotação de frete:Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração poderá mostrar ou não uma lista com as Cotações de frete, depois de vinculada uma  Coleta.
  • Permitir vincular documento no manifesto de transferência, carregamento: Neste campo poderá ser definido a quantidade de vezes em que o Conhecimento(CT-e) poderá ser vinculado a um Manifesto de transferências ou carregamento, se será uma vez ou mais de uma vez ou uma vez por filial/unidade.

No agrupamento Operações para Clientes em Atraso:

  • Alterar condição de pagamento: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração poderá alterar ou não  a condição de pagamento quando o cliente estiver em atraso.
  • Quantidade de dias de tolerância: Este campo ficará ativo quando o campo Alterar condição de pagamento estiver configurado como Sim. Nele pode ser definido a quantidade de dias de tolerância no atraso que será permitido alterar a condição de pagamento.

No agrupamento Operações para Limite Crédito Ultrapassado:

  • Alterar condição de pagamento: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração poderá alterar ou não  a condição de pagamento quando o limite de crédito estiver ultrapassado.

No agrupamento Vincular Coletas:

  • Obrigatório:Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será obrigatório ou não vincular coletas.
  • A partir de (data nota fiscal): Este campo ficará ativo quando o campo Obrigatório estiver configurado como Sim. Nele será possível informar uma data da nota fiscal que a partir dela será obrigatório a vinculação de Coletas.
  • Permitir reimprimir: Neste campo será definido se poderá reimprimir um documento ou vários documentos ou vários documentos - sem alterar numero de controle.
  • Permitir emissão sem tabela de frete:Neste campo será possível permitir ou não emissão de Conhecimento(CT-e) sem tabela de frete. Podendo escolher as opções: Sim, Não, Sim (Cortesia) ou Sim(Cortesia, Complementar, devolução, Complementar de imposto).
  • Checar engate veículos: Neste campo será possível checar ou não o engate do veiculo quando pelo menos um dos veículos forem próprios.
  • Permitir alterar valores de frete quando tem cotação vinculada: Neste campo será possível permitir ou não alterar os valores do frete quando a cotação estiver vinculada no Conhecimento(CT-e).
  • Permitir alterar taxas de pedágio quando tem cotação vinculada: Este campo ficará ativo somente  quando o campo Permitir alterar valores de frete quando tem cotação vinculada estiver configurado como Não. Nele é possível definir se poderá ou não alterar as taxas de pedágio quando a cotação estiver vinculada no Conhecimento(CT-e)
  • Subtrair taxa de pedágio: Este campo ficará ativo somente  quando o campo Permitir alterar taxas de pedágio quando tem cotação vinculada estiver configurado como Sim. Nele é possível definir se poderá ou não subtrair a taxa de pedágio. Podendo escolher entre as opções: Não, Do frete peso, Do frete valor ou Do frete peso ou frete valor.
  • Selecionar condição especial para cálculo do frete(comboio): Neste campo é possível definir de onde será buscado a condição especial para cálculo do frete quando utilizado comboio, se será da tabela de frete selecionada ou do cadastro de condições especiais.
  • Expedidor atualizar local de coleta: Neste campo é possível definir se ao informar um expedidor o local de coleta do Conhecimento (CT-e) será atualizado com o endereço do mesmo ou não.
  • Recebedor atualizar local de entrega: Neste campo é possível definir se ao informar um recebedor o local de entrega do Conhecimento (CT-e) será atualizado com o endereço do mesmo ou não.
  • Obrigatório informar número lacre: Neste campo é possível informar se será obrigatório ou não o número do lacre.
  • Redespacho atualizar local de entrega: Neste campo é possível definir se ao informar um redespacho o local de entrega do Conhecimento (CT-e) será atualizado com o endereço do mesmo ou não.
  • Permitir vincular coleta internacional:Neste campo é possível informar se será permitido ou não vincular coleta internacional no Conhecimento(CT-e).
  • Mostrar cotações a serem vinculadas: Neste campo é possível definir como serão buscadas as cotações para vincular, se serão pelo código do cliente ou pelo radical do cliente.

No agrupamento Dados Originados de Nota Fiscal Cliente XML:

  • Podem ser alterados por documentos vinculados ao conhecimento: Neste campo será possível escolher se os documentos vinculados ao conhecimento podem ser alterado ou não.
  • Podem ser alterados manualmente: Neste campo será possível escolher se os documentos podem ser alterado manualmente ou não, com exceção de quantidade de volumes, pesos e m3.
  • Buscar XML da NF-e no órgão autorizador: Neste campo será possível definir a forma de buscar o XML da Nota Fiscal, se será utilizando o Sim consultas ou não.
Parâmetro da Empresa

Parâmetro da Empresa

5. Preencha os campos conforme a necessidade: No agrupamento Permitir Informar Conhecimento Origem Manualmente:

  • Reentrega: Neste campo será permitido ou não informar manualmente o Conhecimento(CT-e) origem.
  • Complementar:Neste campo será permitido ou não informar manualmente o Conhecimento(CT-e) origem.
  • Devolução:Neste campo será permitido ou não informar manualmente o Conhecimento(CT-e) origem.
  • Cortesia:Neste campo será permitido ou não informar manualmente o Conhecimento(CT-e) origem.
  • Complementar imposto:Neste campo será permitido ou não informar manualmente o Conhecimento(CT-e) origem.

No agrupamento Apólice de Seguro de Clientes:

  • Validar: Neste campo permite validar ou não a apólice de seguro do cliente.
  • Avisar na emissão com antecedência de dias: Este campo ficará ativo somente quando o campo Validar estiver configurado como Sim. Nele pode ser definido a quantidade de dias antes do vencimento da apólice será emitido o aviso.
  • Validar CFOP: Neste campo será possível validar ou não o CFOP.
  • Validar destinatário do XML: Neste campo será possível validar ou não o destinatário do XML da Nota Fiscal com o destinatário informado no Conhecimento(CT-e).
  • Validar remetente do XML: Neste campo será possível validar ou não o remetente do XML da Nota Fiscal com o remetente informado no Conhecimento(CT-e). Podendo escolher entre as opções: Sim, Não ou Sim, exceto emissões avulsas.

No agrupamento Comprovante de Entrega:

  • Validar data de chegada: Neste campo será possível validar ou não da data de chegada, do comprovante de entrega, pelo último manifesto de carregamento/transferência.
  • Validar filial/unidade:Neste campo será possível validar ou não a filial/unidade, do comprovante de entrega, pelo último manifesto de carregamento/transferência.
  • Obrigatório hora da entrega: Neste campo será possível informar se será obrigatório ou não a hora de entrega do comprovante de entrega.
  • Incluir Comprovante de Entrega: Neste campo será possível definir se o comprovante de entrega será enviado ao CT-e Complementar de Frete quando o mesmo for gerado.

No agrupamento Emissão Eletrônica:

  • Obrigatório informar expedidor quando remetente estrangeiro: Neste campo será possível definir se será obrigatório ou não informar um expedidor quando o remetente for estrangeiro.
  • Obrigatório informar recebedor quando destinatário estrangeiro:Neste campo será possível definir se será obrigatório ou não informar um recebedor quando o destinatário for estrangeiro.

No agrupamento Conhecimento Complementar de Frete:

  • Permitir sistema alterar o tipo de carga: Neste campo pode ser definido se será possível permitir ou não alterar o tipo de carga quando o conhecimento for complemente de frete.
  • Liberar emissão quando cliente inadimplente e o documento possuir coleta vinculada liberada para emissão(cliente inadimplente): Neste campo pode ser definido será possível liberar ou não emissão de Conhecimento(CT-e) com coleta vinculada para cliente inadimplente.
  • Obrigatório informar carga: Neste campo pode ser definido se será obrigatório ou não informar a carga na emissão do Conhecimento (CT-e).

No agrupamento Controle de Rentabilidade Estimado:

  • Utilizar: Neste campo pode ser definido se será utilizado ou não o controle de rentabilidade estimado.
  • Controle de rentabilidade:Este campo ficará ativo somente quando o campo Utilizar estiver definido como Sim. Nele pode ser selecionado o controle de rentabilidade que será utilizado.
  • Conhecimento possui coleta vinculada: Neste campo será definido se será possível alterar ou não o pagador do frete quando possuir uma Coleta vinculada. É possível escolher entre 3 opções: Não permitir alterar pagador, Permitir alterar pagador(mostrar mensagem) ou Permitir alterar pagador(não mostrar mensagem).
  • Conhecimento possui cotação vinculada:Neste campo será definido se será possível alterar ou não o pagador do frete quando possuir uma Cotação vinculada. É possível escolher entre 3 opções: Não permitir alterar pagadorPermitir alterar pagador(mostrar mensagem) ou Permitir alterar pagador(não mostrar mensagem).
  • Emissão de conhecimento via XML: Neste campo será definido se será possível alterar ou não o pagador do frete quando o Conhecimento(CT-e) for emitido via XML. É possível escolher entre 5 opções: Não permitir alterar pagadorPermitir alterar pagador(mostrar mensagem), Permitir alterar pagador(não mostrar mensagem), Seguir regra de coleta vinculada ou Seguir regra de cotação vinculada.

No agrupamento Redespacho - Emissão Via XML de NFe:

  • Buscar o pagador: Este campo ficará ativo quando o campo Procedimento estiver configurado como Permitir alterar pagador qdo no XML(Tag transporadora): o radical do CPNJ<> emitente, tag não possuir CNPJ ou não possui a tag. Nele pode ser escolhido onde será buscado o pagador, se será do XML ou da configuração do cliente, XML.
  • Dividir valor do frete entre coletas vinculadas: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração irá dividir ou não o valor do frete entre as coletas vinculadas.
Parâmetro da Empresa

Parâmetro da Empresa

6. Na aba "6 - Continuação" encontram-se parâmetros referentes a cotação de frete. Preencha os campos conforme a necessidade:

  • Regra para vincular/validar cotação de frete: Neste campo será possível escolher como será a regra de validação/vinculação da cotação de frete no Conhecimento(CT-e). Se quando a vinculação for manual será validado na confirmação do Conhecimento(CT-e) ou se quando a vinculação for automática será validade na confirmação da Cotação.
  • Peso: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração irá validar ou não o Peso da cotação de frete.
  • Peso cubado: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração irá validar ou não o Peso Cubado da cotação de frete.
  • Valor mercadoria: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração irá validar ou não o Valor da mercadoria da cotação de frete.
  • Cidade de entrega: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração irá validar ou não a Cidade de entrega da cotação de frete.
  • Utilizar o endereço(remetente, destinatário, consignatário e redespacho): Neste campo será possível definir se o endereço utilizar será o informado no cadastro ou se será utilizado da cotação.
Parâmetro da Empresa

Parâmetro da Empresa

7. Na aba "7 - Contabilização" sub aba "A - Contabilização" sub aba " A - Transporte Nacional"  serão configurados os reduzidos referente ao transporte somente dentro do país. Preencha os campos conforme a necessidade:

Peça auxilio do seu contador pois o mesmo poderá informar qual o reduzido e centro de custo mais indicado para cada operação.

No agrupamento Vendas Fracionada (Sem identificação de Placa):

  • Reduzido(C): Informe o plano de conta  de crédito responsável pela Vendas Fracionada.
  • Histórico(C): Informe o histórico de crédito responsável pelo seu plano de conta.
  • Centro de custos(C): Informe o Centro de Custo de crédito responsável pela Vendas Fracionada.

No agrupamento Vendas Frota Própria:

  • Reduzido(C): Informe o plano de conta  de crédito responsável pela Vendas Frota Própria.
  • Histórico(C): Informe o histórico de crédito responsável pelo seu plano de conta.
  • Centro de custos(C): Informe o Centro de Custo de crédito responsável pela Vendas Frota Própria.

No agrupamento Vendas Frota Terceira:

  • Reduzido(C): Informe o plano de conta  de crédito responsável pela Vendas Frota Terceira.
  • Histórico(C): Informe o histórico de crédito responsável pelo seu plano de conta.
  • Centro de custos(C): Informe o Centro de Custo de crédito responsável pela Vendas Frota Terceira.

No agrupamento Vendas Frota Agregada:

  • Reduzido(C): Informe o plano de conta  de crédito responsável pela Vendas Frota Agregada.
  • Histórico(C): Informe o histórico de crédito responsável pelo seu plano de conta.
  • Centro de custos(C): Informe o Centro de Custo de crédito responsável pela Vendas Frota Agregada.
  • Utilizar centro de custo(receita): Neste campo é possível definir a ordem de busca do centro de custo de receita. Podendo escolher entre 3 opções: Empresa ou Veiculo, Cliente, Empresa ou Cliente, Empresa ou Cliente, Veiculo, Empresa.
Parâmetro da Empresa

Parâmetro da Empresa

7.1.1 Na aba "7 - Contabilização" sub aba "A - Contabilização" sub aba " C - Transporte País Coleta= BRA Entrega = EXT"  serão configurados os reduzidos referente ao transporte quando a coleta será dentro do país e a entrega no exterior. Preencha os campos conforme a necessidade:

Peça auxilio do seu contador pois o mesmo poderá informar qual o reduzido e centro de custo mais indicado para cada operação.

No agrupamento Vendas Fracionada (Sem identificação de Placa):

  • Reduzido(C): Informe o plano de conta  de crédito responsável pela Vendas Fracionada.
  • Histórico(C): Informe o histórico de crédito responsável pelo seu plano de conta.
  • Centro de custos(C): Informe o Centro de Custo de crédito responsável pela Vendas Fracionada.

No agrupamento Vendas Frota Própria:

  • Reduzido(C): Informe o plano de conta  de crédito responsável pela Vendas Frota Própria.
  • Histórico(C): Informe o histórico de crédito responsável pelo seu plano de conta.
  • Centro de custos(C): Informe o Centro de Custo de crédito responsável pela Vendas Frota Própria.

No agrupamento Vendas Frota Terceira:

  • Reduzido(C): Informe o plano de conta  de crédito responsável pela Vendas Frota Terceira.
  • Histórico(C): Informe o histórico de crédito responsável pelo seu plano de conta.
  • Centro de custos(C): Informe o Centro de Custo de crédito responsável pela Vendas Frota Terceira.

No agrupamento Vendas Frota Agregada:

  • Reduzido(C): Informe o plano de conta  de crédito responsável pela Vendas Frota Agregada.
  • Histórico(C): Informe o histórico de crédito responsável pelo seu plano de conta.
  • Centro de custos(C): Informe o Centro de Custo de crédito responsável pela Vendas Frota Agregada.

No agrupamento PIS:

  • Calcular: Neste campo será possível informar se deverá calcular PIS para quando utilizado Transporte País Coleta= BRA Entrega = EXT
  • Situação tributária: Este campo fica ativo quando o campo Calcular estiver configurado como Não. Neste campo deve ser selecionado a situação tributária a ser utilizada.

No agrupamento COFINS:

  • Calcular:  Neste campo será possível informar se deverá calcular COFINS para quando utilizado Transporte País Coleta= BRA Entrega = EXT
  • Situação tributária Este campo fica ativo quando o campo Calcular estiver configurado como Não. Neste campo deve ser selecionado a situação tributária a ser utilizada.
  • Utilizar centro de custo(receita):Neste campo é possível definir a ordem de busca do centro de custo de receita. Podendo escolher entre 3 opções: Empresa ou Veiculo, Cliente, Empresa ou Cliente, Empresa ou Cliente, Veiculo, Empresa.
Parâmetro da Empresa

Parâmetro da Empresa

7.1.2 Na aba "7 - Contabilização" sub aba "A - Contabilização" sub aba " C - Transporte País Coleta= EXT Entrega = BRA"  serão configurados os reduzidos referente ao transporte quando a coleta será fora do país(exterior) e a entrega dentro do país. Preencha os campos conforme a necessidade:

Peça auxilio do seu contador pois o mesmo poderá informar qual o reduzido e centro de custo mais indicado para cada operação.

No agrupamento Vendas Fracionada (Sem identificação de Placa):

  • Reduzido(C): Informe o plano de conta  de crédito responsável pela Vendas Fracionada.
  • Histórico(C): Informe o histórico de crédito responsável pelo seu plano de conta.
  • Centro de custos(C): Informe o Centro de Custo de crédito responsável pela Vendas Fracionada.

No agrupamento Vendas Frota Própria:

  • Reduzido(C): Informe o plano de conta  de crédito responsável pela Vendas Frota Própria.
  • Histórico(C): Informe o histórico de crédito responsável pelo seu plano de conta.
  • Centro de custos(C): Informe o Centro de Custo de crédito responsável pela Vendas Frota Própria.

No agrupamento Vendas Frota Terceira:

  • Reduzido(C): Informe o plano de conta  de crédito responsável pela Vendas Frota Terceira.
  • Histórico(C): Informe o histórico de crédito responsável pelo seu plano de conta.
  • Centro de custos(C): Informe o Centro de Custo de crédito responsável pela Vendas Frota Terceira.

No agrupamento Vendas Frota Agregada:

  • Reduzido(C): Informe o plano de conta  de crédito responsável pela Vendas Frota Agregada.
  • Histórico(C): Informe o histórico de crédito responsável pelo seu plano de conta.
  • Centro de custos(C): Informe o Centro de Custo de crédito responsável pela Vendas Frota Agregada.

No agrupamento PIS:

  • Calcular: Neste campo será possível informar se deverá calcular PIS para quando utilizado Transporte País Coleta= EXT Entrega = BRA
  • Situação tributária: Este campo fica ativo quando o campo Calcular estiver configurado como Não. Neste campo deve ser selecionado a situação tributária a ser utilizada.

No agrupamento COFINS:

  • Calcular:  Neste campo será possível informar se deverá calcular COFINS para quando utilizado Transporte País Coleta= EXT Entrega = BRA
  • Situação tributária Este campo fica ativo quando o campo Calcular estiver configurado como Não. Neste campo deve ser selecionado a situação tributária a ser utilizada.
  • Utilizar centro de custo(receita): Neste campo é possível definir a ordem de busca do centro de custo de receita. Podendo escolher entre 3 opções: Empresa ou Veiculo, Cliente, Empresa ou Cliente, Empresa ou Cliente, Veiculo, Empresa.
Parâmetro da Empresa

Parâmetro da Empresa

7.2 Na aba "7 - Contabilização" sub aba "B - Contabilização" "A-Principal" serão configurados reduzidos referentes a contabilização. Preencha os campos conforme a necessidade:

Peça auxilio do seu contador pois o mesmo poderá informar qual o reduzido e centro de custo mais indicado para cada operação.

No agrupamento Cliente:

  • Reduzido(D): Informe o plano de conta de débito responsável pelo Cliente.
  • Histórico(D): Informe o histórico de débito responsável pelo seu plano de conta.
  • Centro de custos(D): Informe o Centro de Custo de débito responsável pelo Cliente.

No agrupamento Pedágio:

  • Reduzido(C): Informe o plano de conta  de crédito responsável pelo pedágio.
  • Histórico(C): Informe o histórico de crédito responsável pelo seu plano de conta.
  • Centro de custos(C): Informe o Centro de Custo de crédito responsável pelo pedágio.

No agrupamento Desconto:

  • Reduzido(C): Informe o plano de conta  de crédito responsável pelo Desconto.
  • Histórico(C): Informe o histórico de crédito responsável pelo seu plano de conta.
  • Centro de custos(C): Informe o Centro de Custo de crédito responsável pelo Desconto.

No agrupamento Descarga:

  • Reduzido(C): Informe o plano de conta  de crédito responsável pela Descarga.
  • Histórico(C): Informe o histórico de crédito responsável pelo seu plano de conta.
  • Centro de custos(C): Informe o Centro de Custo de crédito responsável pela Descarga
Parâmetro da Empresa

Parâmetro da Empresa

7.2.1 Na aba "7 - Contabilização" sub aba "B - Contabilização" "B - ICMS" serão configurados reduzidos referentes a contabilização. Preencha os campos conforme a necessidade:

Peça auxilio do seu contador pois o mesmo poderá informar qual o reduzido e centro de custo mais indicado para cada operação.

No agrupamento ICMS:

  • Reduzido(C): Informe o plano de conta  de crédito responsável pelo ICMS.
  • Histórico(C): Informe o histórico de crédito responsável pelo seu plano de conta.
  • Centro de custos(C): Informe o Centro de Custo de crédito responsável pelo ICMS.
  • Reduzido(D): Informe o plano de conta de débito responsável pelo ICMS.
  • Histórico(D): Informe o histórico de débito responsável pelo seu plano de conta.
  • Centro de custos(D): Informe o Centro de Custo de débito responsável pelo ICMS.
  • Forma de definição da situação tributária: Neste campo é possível definir se a regra da busca da situação tributária será conforme a 1 - regra do sistema(código interno fixo) ou se será conforme a 2 - configuração realizada no sistema( Módulo Vendas > Cadastros Básicos> Configuração ICMS)

No agrupamento ICMS<>UF:

  • Reduzido(C): Informe o plano de conta  de crédito responsável pelo ICMS quando for em uma UF diferente da filial.
  • Histórico(C): Informe o histórico de crédito responsável pelo seu plano de conta.
  • Centro de custos(C): Informe o Centro de Custo de crédito responsável pelo ICMS quando for em uma UF diferente da filial.
  • Reduzido(D): Informe o plano de conta de débito responsável pelo ICMS quando for em uma UF diferente da filial.
  • Histórico(D): Informe o histórico de débito responsável pelo seu plano de conta.
  • Centro de custos(D): Informe o Centro de Custo de débito responsável pelo ICMS quando for em uma UF diferente da filial.
  • Contabilizar ICMS Outras UF: Neste campo podem ser selecionado duas opções; 1 - SIM, que irá dizer que desejas calcular ICMS <> UF, caso sete essa opção para sim e não tenha contas informadas no grupo ICMS <> UF o sistema automaticamente irá buscar contas do grupo ICMS. 2 - Não, Quando setado esta opção estará dizendo que não será contabilizado os impostos de ICMS <> UF.
Parâmetro da Empresa

Parâmetro da Empresa

7.3  Na aba "7 - Contabilização" sub aba "C - Contabilização" serão configurados outros reduzidos referentes a contabilização. Preencha os campos conforme a necessidade:

Peça auxilio do seu contador pois o mesmo poderá informar qual o reduzido e centro de custo mais indicado para cada operação.

No agrupamento PIS:

  • Alíquota: Neste campo é possível estabelecer um valor em percentagem(%) para Alíquota.
  • Rentabilidade:Neste campo é possível estabelecer um valor em percentagem(%) para Rentabilidade.
  • Pedágio compõem a base de cálculo: Neste campo deve ser informado se o pedágio irá compor ou não a base de cálculo do PIS.
  • ICMS compõem a base de cálculo: Neste campo deve ser informado se o ICMS irá compor ou não a base de cálculo do PIS.
  • Reduzido(C): Informe o plano de conta  de crédito responsável pela Contribuição Previdenciária sobre a Receita Bruta.
  • Histórico(C): Informe o histórico de crédito responsável pelo seu plano de conta.
  • Centro de custos(C): Informe o Centro de Custo de crédito responsável pela Contribuição Previdenciária sobre a Receita Bruta.
  • Reduzido(D): Informe o plano de conta de débito responsável pela  Substituição Tribuária.
  • Histórico(D): Informe o histórico de débito responsável pelo seu plano de conta.
  • Centro de custos(D): Informe o Centro de Custo de débito responsável pela  Substituição Tribuária.
  • Situação tributária: Neste campo deve ser informado a situação tributária que será utilizada.
  • Situação tributária para isenção acima de 50% exportação:Neste campo deve ser informado a situação tributária que será utilizada quando possuir isenção acima de 50% de exportação.

No agrupamento COFINS:

  • Alíquota:Neste campo é possível estabelecer um valor em percentagem(%) para Alíquota.
  • Rentabilidade:Neste campo é possível estabelecer um valor em percentagem(%) para Rentabilidade.
  • Pedágio compõem a base de cálculo: Neste campo deve ser informado se o pedágio irá compor ou não a base de cálculo do COFINS.
  • ICMS compõem a base de cálculo: Neste campo deve ser informado se o ICMS irá compor ou não a base de cálculo do COFINS.
  • Reduzido(C): Informe o plano de conta  de crédito responsável pela Contribuição Previdenciária sobre a Receita Bruta.
  • Histórico(C): Informe o histórico de crédito responsável pelo seu plano de conta.
  • Centro de custos(C): Informe o Centro de Custo de crédito responsável pela Contribuição Previdenciária sobre a Receita Bruta.
  • Reduzido(D): Informe o plano de conta de débito responsável pela Contribuição Previdenciária sobre a Receita Bruta.
  • Histórico(D): Informe o histórico de débito responsável pelo seu plano de conta.
  • Centro de custos(D): Informe o Centro de Custo de débito responsável pela Contribuição Previdenciária sobre a Receita Bruta.
  • Situação tributária:Neste campo deve ser informado a situação tributária que será utilizada.
  • Situação tributária para isenção acima de 50% exportação: Neste campo deve ser informado a situação tributária que será utilizada quando possuir isenção acima de 50% de exportação.
  • Utilizar centro de custo(receita): Neste campo é possível definir a ordem de busca do centro de custo de receita. Podendo escolher entre 3 opções: Empresa ou Veiculo, Cliente, Empresa ou Cliente, Empresa ou Cliente, Veiculo, Empresa.
Parâmetro da Empresa

Parâmetro da Empresa

7.4 Na aba "7 - Contabilização" sub aba "D - Contabilização" serão configurados outros reduzidos referentes a contabilização. Preencha os campos conforme a necessidade:

Peça auxilio do seu contador pois o mesmo poderá informar qual o reduzido e centro de custo mais indicado para cada operação.

No agrupamento Substituição Tribuária:

  • Reduzido(D): Informe o plano de conta de débito responsável pela  Substituição Tribuária.
  • Histórico(D): Informe o histórico de débito responsável pelo seu plano de conta.
  • Centro de custos(D): Informe o Centro de Custo de débito responsável pela  Substituição Tribuária.

No agrupamento Contribuição Previdenciária sobre a Receita Bruta(Desoneração de Folha):

  • Reduzido(C): Informe o plano de conta  de crédito responsável pela Contribuição Previdenciária sobre a Receita Bruta.
  • Histórico(C): Informe o histórico de crédito responsável pelo seu plano de conta.
  • Centro de custos(C): Informe o Centro de Custo de crédito responsável pela Contribuição Previdenciária sobre a Receita Bruta.
  • Reduzido(D): Informe o plano de conta de débito responsável pela Contribuição Previdenciária sobre a Receita Bruta.
  • Histórico(D): Informe o histórico de débito responsável pelo seu plano de conta.
  • Centro de custos(D): Informe o Centro de Custo de débito responsável pela Contribuição Previdenciária sobre a Receita Bruta.
  • Utilizar centro de custo(receita): Neste campo é possível definir a ordem de busca do centro de custo de receita. Podendo escolher entre 3 opções: Empresa ou Veiculo, Cliente, Empresa ou Cliente, Empresa ou Cliente, Veiculo, Empresa.
Parâmetro da Empresa

Parâmetro da Empresa

7.5  Na aba "7 - Contabilização" sub aba "E - Baixa por Anulação" serão configurados reduzidos utilizados para dar baixa por anulação. Preencha os campos conforme a sua necessidade:

Peça auxilio do seu contador pois o mesmo poderá informar qual o reduzido e centro de custo mais indicado para cada operação.

No agrupamento Baixa por anulação:.

  • Reduzido(D): Informe o plano de conta responsável para dar baixa por anulação.
  • Histórico(D): Informe o histórico responsável pelo seu plano de conta.
  • Centro de custos(D): Informe o Centro de Custo responsável por essa conta de anulação.

No agrupamento de Transitórias de anulação

  • Não contribuinte (CTe de entrada):
    • Reduzido(D): Informe o plano de conta responsável por transitar os valores de anulação de um Cte não contribuinte.
    • Histórico(D): Informe o histórico responsável por essa operação.
    • Centro de custos: Informe o centro de custo responsável por essa operação.
  • Contribuinte (Cte e Substítuito):
    • Reduzido(D): Informe o plano de conta responsável por transitar os valores de anulação de um Cte contribuinte.
    • Histórico(D): Informe o histórico responsável por essa operação.
    • Centro de custos: Informe o centro de custo responsável por essa operação.
  • Pedágio:
    • Reduzido(D): Informe o plano de conta responsável por transitar os valores do pedágio.
    • Histórico(D): Informe o histórico responsável por essa operação.
    • Centro de custos: Informe o centro de custo responsável por essa operação.
  • Utilizar centro de custo(receita):Neste campo é possível definir a ordem de busca do centro de custo de receita. Podendo escolher entre 3 opções: Empresa ou Veiculo, Cliente, Empresa ou Cliente, Empresa ou Cliente, Veiculo, Empresa.
Parâmetro da Empresa

Parâmetro da Empresa

7.6 Na aba "7 - Contabilização" sub aba "F - Emenda Constitucional 87 de 2015" serão configurados reduzidos que serão utilizados conforme a emenda constitucional 87 de 2015 .Preencha os campos conforme a necessidade:

Peça auxilio do seu contador pois o mesmo poderá informar qual o reduzido e centro de custo mais indicado para cada operação.

No agrupamento UF Início da Prestação:

  • Reduzido(C): Informe o plano de conta  de crédito responsável pela UF inicio da prestação.
  • Histórico(C): Informe o histórico de crédito responsável pelo seu plano de conta.
  • Centro de custos(C): Informe o Centro de Custo de crédito responsável pela UF inicio da prestação.
  • Reduzido(D): Informe o plano de conta de débito responsável pela UF inicio da prestação.
  • Histórico(D): Informe o histórico de débito responsável pelo seu plano de conta.
  • Centro de custos(D): Informe o Centro de Custo de débito responsável pela UF inicio da prestação.

No agrupamento UF Término da Prestação:

  • Reduzido(C): Informe o plano de conta  de crédito responsável pela UF término da prestação.
  • Histórico(C): Informe o histórico de crédito responsável pelo seu plano de conta.
  • Centro de custos(C): Informe o Centro de Custo de crédito responsável pela UF término da prestação.
  • Reduzido(D): Informe o plano de conta de débito responsável pela UF término da prestação.
  • Histórico(D): Informe o histórico de débito responsável pelo seu plano de conta.
  • Centro de custos(D): Informe o Centro de Custo de débito responsável pela UF término da prestação.

No agrupamento Fundo de Combate à Pobreza:

  • Reduzido(C): Informe o plano de conta  de crédito responsável pelo fundo de combate à pobreza.
  • Histórico(C): Informe o histórico de crédito responsável pelo seu plano de conta.
  • Centro de custos(C): Informe o Centro de Custo de crédito responsável pelo fundo de combate à pobreza.
  • Reduzido(D): Informe o plano de conta de débito responsável pelo fundo de combate à pobreza.
  • Histórico(D): Informe o histórico de débito responsável pelo seu plano de conta.
  • Centro de custos(D): Informe o Centro de Custo de débito responsável pelo fundo de combate à pobreza.
  • Utilizar centro de custo(receita):Neste campo é possível definir a ordem de busca do centro de custo de receita. Podendo escolher entre 3 opções: Empresa ou Veiculo, Cliente, Empresa ou Cliente, Empresa ou Cliente, Veiculo, Empresa.
Parâmetro da Empresa

Parâmetro da Empresa

8. Na aba "8 - Continuação" é possível fazer o bloqueio de naturezas de operação, quando estiver cadastrada no bloqueio, não será possível utilizada no Conhecimento(CT-e).

Parâmetro da Empresa

Parâmetro da Empresa

9. Na aba "9  - Retenção Impostos Federais" são configurações relacionadas a retenção de impostos. Preencha os campos conforme a necessidade: No agrupamento PIS a Reter:

  • Calcular: Neste campo deve ser informado se será calculado ou não a retenção de PIS.
  • Alíquota: Neste campo é possível estabelecer um valor em percentagem(%) para Alíquota.
  • Reduzido(D): Informe o plano de conta de débito responsável pela retenção de PIS.
  • Histórico(D): Informe o histórico de débito responsável pela retenção de PIS.

No  agrupamento COFINS a Reter:

  • Calcular: Neste campo deve ser informado se será calculado ou não a retenção de COFINS.
  • Alíquota: Neste campo é possível estabelecer um valor em percentagem(%) para Alíquota.
  • Reduzido(D): Informe o plano de conta de débito responsável pela retenção de COFINS.
  • Histórico(D): Informe o histórico de débito responsável pela retenção de COFINS.

No agrupamento CSLL a Reter:

  • Calcular: Neste campo deve ser informado se será calculado ou não a retenção de CSLL.
  • Alíquota: Neste campo é possível estabelecer um valor em percentagem(%) para Alíquota.
  • Reduzido(D): Informe o plano de conta de débito responsável pela retenção de CSLL.
  • Histórico(D): Informe o histórico de débito responsável pela retenção de CSLL.

No  agrupamento IR a Reter:

  • Calcular: Neste campo deve ser informado se será calculado ou não a retenção de IR.
  • Alíquota: Neste campo é possível estabelecer um valor em percentagem(%) para Alíquota.
  • Reduzido(D): Informe o plano de conta de débito responsável pela retenção de IR.
  • Histórico(D): Informe o histórico de débito responsável pela retenção de IR.
  • Observação para os impostos federais a reter: Neste campo é possível preencher alguma observação sobre a retenção dos impostos.
Parâmetro da Empresa

Parâmetro da Empresa

10. Preencha os campos conforme a necessidade: No agrupamento Importação de XML:

  • Utilizar Espécie da Mercadoria do XML: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração do parâmetro irá utilizar ou não a espécie da mercadoria informada no XML da nota fiscal.
  • Utilizar Natureza da Mercadoria do XML: Este campo possui 3 opções: Sim, Não ou Sim - Vínculo obrigatório NCM.
    • Sim: Quando selecionada esta opção, será utilizado a natureza de mercadoria informada no XML da nota fiscal.
    • Não: Quando selecionada esta opção, não será utilizado a natureza de mercado informada no XML da nota fiscal.
  • Opção preponderante para utilizar a natureza de mercadoria: Este campo só ficará ativo quando o campo Utilizar Natureza da Mercadoria do XML estiver configurado como Sim - Vínculo obrigatório NCM. Este campo  possui 2 opções: Maior Valor de Mercadoria ou Maior Quantidade.
  • Conferir endereço de clientes novos: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração do parâmetro quando for incluso um novo cliente será aberta uma tela para confirmar o endereço do cliente. Este campo é utilizado na importação de XML/EDI.
  • Sugerir classificação do ICMS: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração do parâmetro poderá ser sugerido ou não a classificação do ICMS conforme configuração do ICMS no módulo Vendas > Cadastros Básicos>Configuração ICMS.
  • Utilizar para quantidade do cálculo do frete: Este campo possui 2 opções: Quantidade comercial ou Não utilizar.
  • Utilizar Valor de Mercadoria especifica para cálculo de frete: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração do parâmetro poderá ser utilizado ou não o valor da mercadoria no cálculo do frete.
  • Permitir emitir para cliente inadimplente: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração do parâmetro poderá permitir ou não a emissão de Conhecimento(CT-e) quando cliente estiver na situação de inadimplente.
  • Importar placa do veículo da NF de Cliente XML: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração do parâmetro poderá ou não ser importada a placa do veículo quando informado na Nota Fiscal de Cliente XML.
  • Importar a quantidade de volumes: Este campo possui 2 opções: Das etiquetas ou Da quantidade de volumes da NF.
  • Atualizar endereço do cliente via XML: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração do parâmetro poderá ou não atualizar o endereço do cliente quando utilizado a importação de XML. Será comparado o endereço do cadastro no sistema e o endereço informado no XML.
  • Importar itens do XML para tabela de controle: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração do parâmetro poderá ou não importar os itens do XML para a tabela de controle do sistema.
  • Igualar Peso Bruto ao Peso Liquido quando não for informado: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração do parâmetro irá informar o mesmo valor do Peso Liquido no Peso Bruto, quando o Peso Bruto estiver zerado no XML da nota fiscal.  *Este campo foi publicado na patch 216 dia 28/08/2017
Parâmetro da Empresa

Parâmetro da Empresa - aba 10 - Integrações.

11. Na aba "11 - Obs Para XML", poderá ser configurado uma observação padrão.

Para mais informações sobre observações padrões, acesse o manual  Como criar observações padrões no XML?

Parâmetro da Empresa

Parâmetro da Empresa - aba 11 - Obs. Para XML.

Parâmetros Unidade

1. Preencha os campos conforme a necessidade:

  • Diferenciador: Neste campo deve ser selecionado o número do diferenciador que será utilizado no Conhecimento(CT-e).
  • Filtro por data: Neste campo é possível definir se o filtro da tela inicial do Conhecimento(CT-e) será organizado por data de emissão ou por data de execução.
  • Intervalo dias: Neste campo é possível informar a quantidade de dias que será mostrado os Conhecimentos(CT-e) na tela principal.
  • Série: Neste campo deve ser selecionado o número da série que será utilizado no Conhecimento(CT-e)

No agrupamento Condições de Pagamento:

  • Geral: Neste campo deve ser selecionado uma condição de pagamento que será geralmente utilizada.
  • Pagador inadimplente:Neste campo deve ser selecionado uma condição de pagamento que será utilizada quando o pagador estiver com situação inadimplente
  • Limite crédito ultrapassado:Neste campo deve ser selecionado uma condição de pagamento que será utilizada quando houver limite  de crédito ultrapassado.

No agrupamento Seguro:

  • Calcular seguro RCTRC: Neste campo deve ser informado se será ou não calculado o seguro RCTRC. Podendo escolher entre as 3 opções: Por cidade, Por UF ou Não calcular.
  • Calcular seguro RCFDC:Neste campo deve ser informado se será ou não calculado o seguro RCFDC.
  • Seguro RCFDC padrão :Este campo só ficará ativo quando o campo Calcular seguro RCFDC estiver configurado como Sim. Nele será possível informar qual o seguro RCFDC que será utilizado como padrão.
  • Calcular seguro RCTAC:Neste campo deve ser informado se será ou não calculado o seguro RCTAC.
  • Responsável pelo seguro: Neste campo deve ser selecionado quem será o responsável pelo seguro. Este campo é utilizado para Averbação.
  • Número da Apólice:Neste campo pode ser informado o número da apólice do seguro. Este campo é utilizado para Averbação.
  • Seguradora: Neste campo pode ser informado o CNPJ da seguradora. Este campo é utilizado para Averbação.
  • Jogar cidade da unidade na cidade coleta: Neste campo é possível utilizar ou não a cidade da unidade emissora no campo da cidade de coleta do Conhecimento(CT-e). Podendo escolher entre 3 opções: Não, Quando a UF remente <> UF unidade ou Quando cidade/cidade de coleta do remente não for atendida pela unidade emissora.
  • Utilizar endereço de entrega: Neste campo é possível definir se irá utilizar ou não endereço de entrega.
  • Avisar que o cálculo será pela tabela padrão quando cliente sem tabela: Neste campo será possível definir se será emitido uma mensagem avisando que o calculo será utilizando a tabela de frete padrão quando o cliente não possuir uma tabela de frete configurada.
  • Pedágio compõe a base de cálculo ICMS: Neste campo é possível definir se o pedágio irá compor ou não a base de calculo do ICMS.
  • Gerar campo complementar valor líquido:Neste campo será possível definir se será gerado ou não um campo complementar para o valor líquido.
  • Considerar pedágio: Este ficará ativo quando o campo Pedágio compõe a base de cálculo ICMS estiver configurado como Não. Nele será possível informar se será considerado ou não o pedágio.
  • Buscar a quantidade de volumes: Neste campo é possível selecionar se a quantidade de volumes será buscada no XML ou se será a soma dos itens.
Parâmetro da Unidade

Parâmetro da Unidade

2. Preencha os campos conforme a necessidade:

  • Tipo de cubagem padrão: Neste campo é possível definir o tipo da cubagem se será direta ou por volumes.
  • Sugerir filial/unidade comprovante de entrega: Neste campo será possível definir se a sugestão da filia/unidade do comprovante de entrega será feito pelo destino ou pela filial/unidade logado(utilizado no acesso do sistema).
  • Peso cálculo cubagem: Neste campo é possível informar o peso utilizado no cálculo da cubagem.
  • Tipo de frete (Modal) obrigatório: Neste campo será definido se será obrigatório ou não informar o tipo de frete (Modal).
  • Tipo de frete (Modal) padrão: Neste campo é possível informar o tipo de frete(Modal) que será utilizado como padrão.
  • Tipo de carga obrigatório: Neste campo será definido se será obrigatório ou não informar o tipo de de carga.
  • Tipo de carga padrão:Neste campo é possível informar o tipo de carga que será utilizado como padrão.
  • Modelo padrão de nota fiscal do cliente: Neste campo é possível informar o modelo de Nota Fiscal que será utilizado como padrão.
  • Série padrão da nota fiscal do cliente:Neste campo é possível informar a série da Nota Fiscal que será utilizado como padrão.
  • Emitir utilizando regime especial de ICMS: Neste campo é possível definir se será utilizado ou não o regime especial de ICMS.
  • Quantidade de horas que o usuário pode cancelar sem autorização: Neste campo é possível definir uma quantidade de horas em que o usuário não irá precisar de uma autorização para poder cancelar o Conhecimento(CT-e).
  • Gerar tag duplicata: Neste campo é possível informar se será gerado ou não uma tag para a duplicata.
  • Peso Padrão: Neste campo é possível informar um peso padrão.

No agrupamento Averbação:

  • Transmitir averbação na impressão: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será possível transmitir ou não a averbação ao gerar a impressão do Conhecimento(CT-e).
  • Bloquear impressão averbação pendente: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será possível bloquear ou não a impressão quando a averbação estiver com situação pendente.

No agrupamento Romaneio de Carga:

  • Buscar veículo e motorista do romaneio ao importar nota fiscal:Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será possível preencher ou não os dados do veículo/motorista do romaneio quando importar a Nota Fiscal.
Parâmetro da Unidade

Parâmetro da Unidade

3. Preencha os campos conforme a necessidade: No agrupamento Vendedor Padrão:

  • CPF/CNPJ/Código: Neste campo pode ser selecionado um vendedor padrão.

No agrupamento Remetente Padrão:

  • CPF/CNPJ/Código: Neste campo pode ser selecionado um remetente padrão, sempre que abrir a tela do Conhecimento(CT-e), o remetente está preenchido.

No agrupamento Destinatário Padrão:

  • CPF/CNPJ/Código: Neste campo pode ser selecionado um destinatário padrão, sempre que abrir a tela do Conhecimento(CT-e), o destinatário está preenchido.
  • Sugerir remetente: Neste campo é possível escolher se será sugerido ou não um remetente ao abrir a tela do Conhecimento(CT-e). Podendo escolher entre 3 opções: Último documento, Padrão Unidade ou Não sugerir.
  • Sugerir consignatário:Neste campo é possível escolher se será sugerido ou não um consignatário ao abrir a tela do Conhecimento(CT-e). Podendo escolher entre 3 opções: Último documentoPadrão Unidade ou Não sugerir.
  • Sugerir veículo/motorista:Neste campo é possível escolher se será sugerido ou não um veículo e motorista ao abrir a tela do Conhecimento(CT-e). Podendo escolher entre 2 opções: Último documento ou Não sugerir.
  • Sugerir espécie mercadoria: Neste campo é possível escolher se será sugerido ou não uma espécie de mercadoria ao abrir a tela do Conhecimento(CT-e). Podendo escolher entre 3 opções: Último documentoPadrão Empresa/Cadastro ou Não sugerir.
  • Sugerir natureza mercadoria: Neste campo é possível escolher se será sugerido ou não uma natureza de mercadoria ao abrir a tela do Conhecimento(CT-e). Podendo escolher entre 3 opções: Último documentoPadrão Empresa/Cadastro ou Não sugerir.
  • Ocorrência para troca de pagador de frete: Neste campo pode ser selecionado uma ocorrência podrão para quando for trocado o pagador do frete.
  • Sugerir veículo/motorista da coleta ao associar coleta: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será possível sugerir ou não o veículo/motorista da coleta quando a mesma for vinculada ao Conhecimento(CT-e).
  • Calcular ISS quando transporte dentro da cidade: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será possível calcular ou não o ISS quando o transporte for dentro da cidade.
  • Informar veículo/motorista antes de calcular: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será possível emitir um aviso de que é necessário informar o veículo/motorista antes de realizar o calculo do frete.
  • Vincular coleta ao conhecimento: Neste campo é possível informar como será realizar a vinculação da Coleta no Conhecimento(CT-e). Podendo escolher entre 2 opções: Através de seleção ou Através de código de barras da coleta.
  • Carga padrão: Neste campo é possível informar ou não o tipo de carga padrão. Podendo escolher entre 3 opções: Fracionada, Completa ou Não definir.
  • Bloquear emissão se Cidade Destino igual a Cidade Origem: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será possível  bloquear ou não a emissão quando a cidade destino for igual a cidade origem.
  • Copiar ocorrências da coleta: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será possível ou não copiar as ocorrências da coleta no momento em que a mesma for vinculada. Lembrando que ocorrências informada após a vinculação não serão copiadas.
  • Utilizar na busca da tabela de frete a característica do veículo: Este campo possui 2 opções: Cavalo/Veiculo ou Carreta. Dependendo da configuração o campo característica do veículo ficará preenchido com a característica do cavalo/veiculo ou da carreta. *Este campo foi publicado na patch 216 dia 28/08/2017
Parâmetro da Unidade

Parâmetro da Unidade

4. Preencha os campos conforme a necessidade:

  • Imprimir conhecimento automaticamente após a inclusão: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será possível imprimir automaticamente ou não após a inclusão do mesmo no sistema.

No agrupamento Configurações para Impressão do Conhecimento:

  • Formulário: Neste campo deve ser selecionado o formulário que será utilizado para impressão.
  • Impressora: Neste campo deve ser selecionado a impressora que será utilizada para impressão.
  • Altura impressão: Neste campo deve ser informado a altura em que será gerada a impressão. Geralmente se utiliza o valor 2970.
  • Largura impressão: Neste campo deve ser informado a largura em que será gerada a impressão. Geralmente se utiliza o valor 2100.

No agrupamento Configuração para Impressão do Bloqueto:

  • Impressora:Neste campo deve ser selecionado a impressora que será utilizada para impressão.
  • Imprimir bloqueto bancário após impressão: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será possível imprimir ou não o bloqueto bancário após a impressão do Conhecimento(CT-e).
  • Numerar fatura: Neste campo é possível selecionar como ficará a númeração da fatura, se será pela sequência das faturas ou se será pelo número do Conhecimento.

No agrupamento Número do Conhecimento:

  • Inicial: Neste campo é possível informar o número inicial dos Conhecimento após a impressão.
  • Final: Neste campo é possível informar o último número que será realizado a impressão.
  • Avisar com antecedência quantos números faltam para terminar:  Neste campo é possível informar uma quantidade de número em que será emitido um aviso de que estão para acabar os números para impressão.
  • Utilizar numeração de conhecimento por filial:Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será possível emitir um aviso de que os números para impressão estão acabando.

No agrupamento Número de Controle do Formulário:

  • Inicial: Neste campo é possível informar o número inicial do controle de formulário do Conhecimento após a impressão.
  • Final: Neste campo é possível informar o último número que será realizado a impressão.
  • Avisar com antecedência quantos números faltam para terminar:  Neste campo é possível informar uma quantidade de número em que será emitido um aviso de que estão para acabar os números para impressão.
  • Utilizar numeração de conhecimento por filial:Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será possível emitir um aviso de que os números para impressão estão acabando.
Parâmetro da Unidade

Parâmetro da Unidade

5. Preencha os campos conforme a necessidade:

  • Imprimir etiquetas após documentos:Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será possível imprimir ou não etiquetas após a impressão do Conhecimento(CT-e).
  • Tipo impressão de etiqueta: Neste campo é possível informar o tipo de impressão da etiqueta, podendo escolher entre o programa Crystal ou Allegro2.
  • Quantidade cópias impressão etiquetas: Neste campo é possível informar a quantidade de cópias da impressão das etiquetas, se será conforme o documento ou apenas uma.
  • Porta: Neste campo é possível selecionar a porta da impressora que será utilizada. Podendo escolher entre COM 1 ou COM 2.

No agrupamento Configuração para Impressão de Etiquetas:

  • Nome do Formulário: Neste campo deve ser selecionado o formulário que será utilizado para impressão.
  • Nome da Impressora: Neste campo deve ser selecionado a impressora que será utilizada para impressão.
  • Altura impressão: Neste campo deve ser informado a altura em que será gerada a impressão.
  • Largura impressão: Neste campo deve ser informado a largura em que será gerada a impressão.

No agrupamento Configuração para Impressão do Recibo de Reembolso:

  • Imprimir após documento: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será possível imprimir ou não o recibo de reembolso após a impressão do Conhecimento(CT-e).
  • Nome do Formulário: Neste campo deve ser selecionado o formulário que será utilizado para impressão.
  • Nome da Impressora: Neste campo deve ser selecionado a impressora que será utilizada para impressão.
  • Altura impressão: Neste campo deve ser informado a altura em que será gerada a impressão. Geralmente se utiliza o valor 2970.
  • Largura impressão: Neste campo deve ser informado a largura em que será gerada a impressão. Geralmente se utiliza o valor 2100.

No agrupamento Configuração para Impressão do Recibo para Pagamento em Dinheiro:

  • Imprimir após documento:Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será possível imprimir ou não o recibo para pagamento em dinheiro após a impressão do Conhecimento(CT-e).
  • Nome do Formulário: Neste campo deve ser selecionado o formulário que será utilizado para impressão.
  • Nome da Impressora: Neste campo deve ser selecionado a impressora que será utilizada para impressão.
  • Altura impressão: Neste campo deve ser informado a altura em que será gerada a impressão. Geralmente se utiliza o valor 2970.
  • Largura impressão: Neste campo deve ser informado a largura em que será gerada a impressão. Geralmente se utiliza o valor 2100.
Parâmetro da Unidade

Parâmetro da Unidade

6. Preencha os campos conforme a necessidade: No agrupamento Conhecimento eletrônico(CT-e):

  • Emitir: Neste campo é possível escolher como será realizada a emissão/validade fiscal do Conhecimento(CT-e). Podendo escolher entre: Produção, Homologação, Homologação paralelo papel ou Não emite.
  • Enviar PDF após autorização:  Neste campo é possível escolher se será enviado um PDF do documento após a autorização, podendo escolher entre:ProduçãoHomologação, Produção e Homologação ou Não envia.
  • Quantidade de documentos por lote(Emissão normal): Neste campo é possível informar a quantidade de Conhecimentos(CT-e) que poderão estar em um mesmo lote.
  • Quantidade de documentos por lote(emissão contingência): Neste campo é possível informar a quantidade de Conhecimentos(CT-e) que poderão estar em um mesmo lote, quando utilizado a emissão em contingência.
  • Enviar cópia e-mail ao remetente: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração será possível enviar ou não uma cópia dos e-mail ao remetente do Conhecimento.
  • Enviar XML após autorização:  Neste campo é possível escolher se será enviado o XML do documento após a autorização, podendo escolher entre:ProduçãoHomologaçãoProdução e Homologação ou Não envia.
  • Tipo conteúdo e-mail: Neste campo é possível selecionar como será enviado o conteúdo do e-mail, se será no formato HTML ou Texto sem formação.
  • Contingência: Este campo é preenchido automaticamente quando o sistema estiver no modo de contingência.
  • Modalidade contingência: Este campo é preenchido automaticamente com a modalidade de contingência.

No agrupamento Prestação de Serviço de transporte Iniciada em UF Diversa Daquela em que Possui Credenciamento Para a Emissão do CT-e:

  • Utilizar série distinta: Neste campo é possivel escolher se será utilizado uma série nova para quando a prestação de serviço for iniciada em uma UF diferente da que possui credenciamento para emitir Conhecimento(CT-e).
  • Série: Neste campo é possível informar a série diferente conforme a configuração do parâmetro Utilizar série distinta.

No agrupamento Configuração para Impressão da Dacte:

  • Nome do Formulário: Neste campo deve ser selecionado o formulário que será utilizado para impressão.
  • Nome da Impressora: Neste campo deve ser selecionado a impressora que será utilizada para impressão.
  • Altura impressão: Neste campo deve ser informado a altura em que será gerada a impressão. Geralmente se utiliza o valor 2970.
  • Largura impressão: Neste campo deve ser informado a largura em que será gerada a impressão. Geralmente se utiliza o valor 2100.
  • Orientação: Neste campo é possível informar como será realizada a orientação da impressão. Podendo escolher entre: Retrato ou Paisagem.

No agrupamento Configuração para Impressão em Contingência - FS-DA:

  • Nome do Formulário: Neste campo deve ser selecionado o formulário que será utilizado para impressão.
  • Nome da Impressora: Neste campo deve ser selecionado a impressora que será utilizada para impressão.
  • Altura impressão: Neste campo deve ser informado a altura em que será gerada a impressão. Geralmente se utiliza o valor 2970.
  • Largura impressão: Neste campo deve ser informado a largura em que será gerada a impressão. Geralmente se utiliza o valor 2100.
  • Orientação: Neste campo é possível informar como será realizada a orientação da impressão. Podendo escolher entre: Retrato ou Paisagem.

No agrupamento Etiqueta (E-tag):

  • Utilizar: Neste campo é possível informar se será utilizado ou não etiquetas(E-tag).
  • Quantidade de etiqueta gerar: Neste campo é possível informar a quantidade de etiquetas que serão geradas.
  • Gerar etiqueta identificação volume: Neste campo é possível selecionar se será gerado automaticamente ou não etiquetas de identificação de volume.
  • Gerar etiqueta mestre: Neste campo é possível selecionar se será gerado ou não a etiqueta mestre.
Parâmetro da Unidade

Parâmetro da Unidade

7. Preencha os campos conforme a necessidade: No agrupamento Descontar da Base da Comissão do Agregado:

  • Taxa SEC/CAT: Neste campo é possível selecionar se será  descontado ou não a taxa SEC/CAT da base de comissão do agregado.
  • Taxa Despacho: Neste campo é possível selecionar se será  descontado ou não a taxa de despacho da base de comissão do agregado.
  • Taxa GRIS: Neste campo é possível selecionar se será  descontado ou não a taxa GRIS da base de comissão do agregado.
  • Taxa Seguro: Neste campo é possível selecionar se será  descontado ou não a taxa de seguro da base de comissão do agregado.
  • Taxa Pedágio: Neste campo é possível selecionar se será  descontado ou não a taxa de pedágio da base de comissão do agregado.
  • Taxa ADEME: Neste campo é possível selecionar se será descontado ou não a taxa ADAME da base de comissão do agregado.
  • Taxa Entrega: Neste campo é possível selecionar se será  descontado ou não a taxa de entrega da base de comissão do agregado.
  • Taxa Reembolso: Neste campo é possível selecionar se será  descontado ou não a taxa de reembolso da base de comissão do agregado.
  • Taxa 10, 12, 13 e 14:  Estas taxas são configuráveis na configuração da empresa na estrutura da holding. Neste campo é possível definir se será descontado ou não estas taxas da base de comissão do agregado.
  • Taxa Descarga: Neste campo é possível selecionar se será  descontado ou não a taxa de descarga da base de comissão do agregado.
  • Frete Peso:Neste campo é possível selecionar se será  descontado ou não o frete peso da base de comissão do agregado.
  • Frete Valor:Neste campo é possível selecionar se será  descontado ou não o frete valor da base de comissão do agregado.
  • Adicional carga expressa:Neste campo é possível selecionar se será  descontado ou não o adicional de carga expressada base de comissão do agregado.
  • Adicional Ad/Valorem:Neste campo é possível selecionar se será  descontado ou não o adicional de AD/Valorem da base de comissão do agregado.
  • ICMS:Neste campo é possível selecionar se será  descontado ou não o ICMS da base de comissão do agregado.
  • ISS:Neste campo é possível selecionar se será descontado ou não o ISS da base de comissão do agregado.
  • Descontar ICMS acrescido no valor frete:Neste campo é possível selecionar se será se será descontado ou não o ICMS acrescido no valor do frete da base de comissão do agregado.
  • Valor de ICMS acrescido na taxa de pedágio:Neste campo é possível selecionar se será se será descontado ou não o ICMS acrescido no valor do pedágio da base de comissão do agregado.
  • Comissão vendedor: Neste campo pode ser selecionado se será gerado ou não a comissão do vendedor.
Parâmetro da Unidade

Parâmetro da Unidade

8. Preencha os campos conforme a necessidade: No agrupamento Validar Informações da Nota Fiscal Cliente XML:

  • Pagador do Frete: Neste campo será possível validar ou não o pagador do frete informado no conhecimento com o informado na Nota Fiscal Cliente XML.
  • Tomador do Serviço: Neste campo será possível validar ou não o tomador do serviço informado no conhecimento com o informado na Nota Fiscal Cliente XML.
  • Tipo de Carga: Neste campo será possível validar ou não o tipo de carga informado no conhecimento com o informado na Nota Fiscal Cliente XML.
  • Rota: Neste campo será possível validar ou não a rota informado no conhecimento com o informado na Nota Fiscal Cliente XML.
  • Natureza da Mercadoria: Neste campo será possível validar ou não a natureza da mercadoria informado no conhecimento com o informado na Nota Fiscal Cliente XML.
  • Espécie da Mercadoria: Neste campo será possível validar ou não a espécie da mercadoria informado no conhecimento com o informado na Nota Fiscal Cliente XML.
  • Recebedor: Neste campo será possível validar ou não o recebedor informado no conhecimento com o informado na Nota Fiscal Cliente XML.
  • Consignatário: Neste campo será possível validar ou não o consignatário informado no conhecimento com o informado na Nota Fiscal Cliente XML.
  • Filial Destino: Neste campo será possível validar ou não a filial destino informado no conhecimento com o informado na Nota Fiscal Cliente XML.
  • Unidade Destino: Neste campo será possível validar ou não a unidade destino informado no conhecimento com o informado na Nota Fiscal Cliente XML.

No agrupamento Trajeto:

  • Utilizar: Neste campo é possível informar se será utilizado ou não trajeto no Conhecimento(CT-e). *Este campo foi publicado na patch 216 dia 28/08/2017
  • Obrigatório: Este campo ficará ativo quando o campo Utilizar estiver configurado como Sim. Nele é possível informar se será obrigatório ou não informar um trajeto. *Este campo foi publicado na patch 216 dia 28/08/2017
  • Sugerir: Este campo ficará ativo quando o campo Utilizar estiver configurado como Sim. Nele é possível informar se será sugerido ou não um trajeto de menor extensão. *Este campo foi publicado na patch 216 dia 28/08/2017
  • Validar: Este campo ficará ativo quando o campo Utilizar estiver configurado como Sim. Irá valida a cidade de Coleta e a Cidade de entrega do Conhecimento com o trajeto e o percurso.*Este campo foi publicado na patch 216 dia 28/08/2017

No agrupamento Importação de XML:

  • Importar XML Cte Nota Fiscal: Neste campo é possível definir se será importado os dados da NF-e modelo 55 ou se será importado as informações do CT-e anterior no lugar da NF-e quando for informado a chave de acesso de um CT-e no campo importar NF-e(Chave acesso). *Este campo foi publicado na patch 226 dia 19/09/2017
Parâmetro da Unidade

Parâmetro da Unidade

Gerar Via XML
Como gerar um Conhecimento via XML

1. Acesse o módulo Vendas > Conhecimentos > Gerar via XML.

1

1.1 Ao abrir a tela "Emissor" faça o preenchimento dos campos conforme o necessário e clique no botão Confirmar. Caso clique no botão Cancelar, serão buscados os XML no dia.

  • Código do Emissor: Neste campo pode ser informado o CPF ou o CNPJ ou o Radical do CNPJ para filtrar a busca dos XML. Caso não você deixe em branco o campo será apresentado os XML independente do código.
  • Filtrar por raiz do CNPJ: Quando o campo Código do Emissor estiver preenchido e neste campo estiver selecionado a opção Sim, o filtro será realizados conforme os 8 primeiros dígitos(o radical do CNPJ).
  • Filtrar por empresa logada: Neste campo é possível informar se será mostrado na tela os XML somente da empresa logada ou se será de todas as empresas.
  • Intervalo de dias: Neste campo é possível informar um número de dias em que será realizado a busca do XML. Caso não seja informado um valor, a busca será realizada com o padrão do sistema (os últimos 30 dias).

bb

1.2 Ao abrir a tela "Gerar Conhecimento via XML", você pode informar a chave de acesso do XML, no campo Chave de acesso, então o XML será procurado no sistema e marcado.

3

1.3 Após a marcação do XML, clique com o botão direito e selecione a opção Gerar Conhecimento.4

1.4 Após gerar o conhecimento, na tela irá aparecer o número do documento gerado.

5

1.5 Ao acessar a tela dos Conhecimentos é possível ver o documento gerado.

6

Manutenção
Como emitir Conhecimentos (Ct-e)
Emissão padrão

1. Acesse o módulo Vendas / Conhecimento / Manutenção, ao abrir a tela "Conhecimento" clique no botão Incluir.

Incluindo um Conhecimento.

Incluindo um Conhecimento.

1.1 Ao abrir a tela de emissão, na aba "1 - Principal" sub aba "A - Remetente/Destinatário" preencha os dados do Remetente e do Destinatário.

Informando remetente e destinatário.

Informando remetente e destinatário.

1.2 Na aba "2 - Notas Fiscais/Coletas/Outros", Informe os dados do veículo que será utilizado na viagem. Na sub aba "A- Nota Fiscais", caso possua a chave de acesso da Nota Fiscal(NF-e) informe no campo Importar NF-e(Chave acesso).

Informando a Nota Fiscal e o veículo.

Informando a Nota Fiscal e o veículo.

1.2.1 Será aberto a tela da inclusão da Nota Fiscal, confira os dados caso necessário e clique no botão Confirmar.

Confirmando a Nota Fiscal.

Confirmando a Nota Fiscal.

1.3 Na aba "3 - Configurações Cálculo/Valores" sub aba "A - Configurações p/Cálculo", no agrupamento Coleta, consta as informações de endereço da coleta da carga, o agrupamento Entrega, consta as informações de endereço de entrega da carga. Na sub aba "D - Frete", no agrupamento Taxas consta valores de taxas do Conhecimento (CT-e), já no agrupamento Valores/Adicionais, irá constar o valor do frete do Conhecimento (CT-e), para que os valores apareçam clique no botão Calcular, caso tenha uma tabela de frete o mesmo será calculado automaticamente.

  • Trajeto: Neste campo pode ser informar trajeto a ser utilizado na Nota Fiscal de Serviço. *Este campo foi publicado na patch 216 dia 28/08/2017
  • Origem: Este campo é preenchido automaticamente e não é possível altera-lo. Quando um documento que possua trajeto é vinculado ou quando o trajeto é sugerido/informado manualmente conforme parâmetros da Unidade, este campo será preenchido com a informação de onde veio o trajeto. *Este campo foi publicado na patch 216 dia 28/08/2017
Calculando o Conhecimento (CT-e).

Calculando o Conhecimento (CT-e).

1.4 Clique com o botão direito sobre o Conhecimento e selecione a opção Impressão|Imprimir.

Imprimindo o Conhecimento.

Imprimindo o Conhecimento (CT-e).

1.4.1 Na tela "Imprimir Conhecimento" clique no botão Confirmar.

Imprimindo o conhecimento.

Imprimindo o conhecimento (CT-e).

Impressão

Impressão

Conhecimento impresso e autorizado.

Conhecimento (CT-e) impresso e autorizado.

Importação de XML

1. Para realizar importação de XML acesse o módulo Vendas > Conhecimento  > Manutenção.

Manutenção

Manutenção

1.1. Será exibida a tela de Conhecimentos, na mesma pode ser utilizado diversas formas para incluir a chave de acesso no campo Importar NF-e (Chave acesso): A  chave de acesso pode ser inclusa via leitor de código de barras, Via atalhos de colagem do teclado ( Ctrl + V) e também pode ser digitada manualmente. Ao inserir a chave de acesso apenas de um TAB.

Chave de acesso

Chave de acesso

1.2. Será aberta a tela de Alterando Conhecimento, confirme os dados do seu conhecimento, calculo e logo após confirme.

Calcule / Confirme

Calcule / Confirme

1.3.   Logo após imprima o seu documento, clique com o botão direito  Impressão > Imprimir.

Impressão

Impressão

Importação de EDI

1. Para realizar importação de EDI deve ser realizado a configuração do padrão do EDI no cadastro do cliente, portanto acesse o módulo Cadastros Básicos > Clientes, Fornecedores, etc... > Manutenção.

Cadastros Básicos.

Cadastros Básicos.

1.1 Clique com o botão direito sobre o cadastro do cliente e selecione a opção Vínculos.

Cadastro de clientes.

Cadastro de clientes.

1.2 Sobre o vínculo Cliente, clique novamente com o botão direito e selecione a opção Configurações por Tipo de Documento.

Vínculos do cliente.

Vínculos do cliente.

1.3 Altere o documento Conhecimento, para isso, selecione-o e clique no botão alterar. Caso não possua este registro, clique no botão Incluir e faça a inclusão do mesmo.

Vínculos por tipo de documento.

Vínculos por tipo de documento.

1.3.1  Na aba "3 - EDI" faça o preenchimento dos campos do agrupamento Processar e Gerar. No agrupamento Processar:

  • Padrão EDI: Neste campo deve ser preenchido o código do EDI a ser importado.
  • Processar notas fiscais:Neste campo deve ser informado o caminho da pasta do arquivo.
  • Trocar destinatário do arquivo EDI: Este campo possui 2 opções: Sim ou Não. Dependendo da configuração ira permitir alterar ou não o destinatário.

No agrupamento Gerar:

  • Padrão EDI: Neste campo deve ser preenchido o código do EDI a ser gerado.
  • Gerar Entregas: Neste campo deve ser informado o caminho da pasta do arquivo.
Cadastrando o EDI padrão no cadastro do cliente.

Cadastrando o EDI padrão no cadastro do cliente.

1.3.2 Na aba "4 - Procedimento EDI", deve conter o nome do procedimento que será chamado no momento da importação, portanto, informe deste campo o procedimento gerarediproceda() .

Cadastrando o procedimento para importação de EDI.

Cadastrando o procedimento para importação de EDI.

2. Para realizar importação de EDI acesse o módulo Vendas > Conhecimento  > Manutenção.

Manutenção

Manutenção

2.1 Clique com o botão direito e selecione a opção EDI > Importar EDI.

Realizando a importação de EDI.

Realizando a importação de EDI.

2.2 Preencha os campos conforme a sua necessidade e clique no botão Importar. Após importar o arquivo irá aparecer uma mensagem informando que ocorreu tudo certo. Caso tenha ocorrido algum erro, na tela de importação irá ocorrer uma mensagem com as informações sobre o erro.

  • Código: Neste campo deve ser informado CPF/CNPJ do cliente configurado anteriormente.
  • Padrão EDI: Este campo será preenchido automaticamente conforme a configuração do cadastro do cliente. Lembrando que este campo não deve ser alterado manualmente!
  • Arquivo origem. Este campo é preenchido automaticamente com o caminho informado na configuração do cadastro do cliente. Dê um duplo clique sobre o campo e selecione o arquivo. Lembrando que os arquivos não devem ser colocados diretamente na área de trabalho, utilize uma pasta para este procedimento!
  • Pasta destino: Este campo é preenchido automaticamente com o caminho informado na configuração do cadastro do cliente. Após a importação o arquivo importado será enviado para esta pasta.
Realizando a importação.

Realizando a importação.

Arquivo importado.

Arquivo importado.

2.3 Após a importação o arquivo, será gerado um registro na tela principal.

Conhecimento importado do arquivo EDI.

Conhecimento importado do arquivo EDI.

Fundo de Combate à Pobreza - Emenda Constitucional nº87 de 2015
Configuração

1. Acesse o módulo Cadastros/Estrutura da Holding/Empresa/Manutenção.

Menu

Menu

1.1. Clicar com o botão direito na opção Configurações.

teste

Tela Manutenção de Empresas

1.2. Clicar com o botão direito na opção Alterar.

TESTE

Tela de Configuração

1.3. Realizar as alterações nos campos da área Emenda Constitucional 87 de 2015, que se encontra na aba 4-Continuação, conforme descrito na imagem.

  • Calcular DIFAL e FCP optante pelo simples: Neste campo é possível informar se será calculado ou não o DIFAL e o Fundo de Combate à Pobreza, quando o cliente for optante pelo simples. Este parâmetro encontra no cadastro do cliente aba "2 - Outros".*Este campo foi publicado na patch 219 dia 30/08/2017
Tela de Alteração de Configuração.

Tela de Alteração de Configuração.

2. Acesse o módulo Vendas/Cadastros Básicos/Configuração ICMS/Manutenção.

Menu

Menu

2.1. Clicar com o botão direito na opção Tipos de Configuração.

Tela de Configuração de ICMS

Tela de Configuração de ICMS

2.2. Clicar com o botão direito na opção Alterar em cada um dos Tipos de Configuração de ICMS.

Tela Tipos de Configuração de ICMS

Tela Tipos de Configuração de ICMS.

2.3.  Realizar alterações nos campos conforme imagem. (Estas configurações devem ser realizadas em todos os Tipos de Configuração de ICMS de todos os Estados). • Alíquotas: Se o valor das Alíquotas interna e externa forem iguais, a Partilha do ICMS não será calculada, pois a diferença entre elas será zero. (Ressaltando que o percentual das Alíquotas muda estado para estado, verifique com seu contador qual o percentual de cada estado).

Alterando Tipo de Configuração de ICMS Aba1

Alterando Tipo de Configuração de ICMS Aba1

2.4. Na aba "4-Fundo de Combate à Pobreza". Deverá ser incluso o Percentual a ser calculado para o fundo de combate a pobreza.

• Calcular: Define se será ou não calculado o fundo de combate a pobreza.

2.4.1. Incluir Fundo de Combate à Pobreza.

• Aplicação: Pode se escolher se a Aplicação desde cálculo será realizada apenas para CIF ou FOB ou para Ambas.

Incluindo Fundo de Combate à Pobreza

Incluindo Fundo de Combate à Pobreza

2.4.1.1. Incluir Abrangência.

Incluindo Abrangência

Incluindo Abrangência

Emissão

1. Acesse o módulo Vendas/Conhecimentos/Manutenção.

Menu

Menu

1.1.  Clicar com o botão direito na opção Parâmetros/Empresa/Alterar.

teste

Tela de Conhecimentos

1.2.  Criada nova aba na tela Parâmetros de Empresa, na aba 7-Contabilização/F-Emenda Constitucional 87 de 2015.

Parâmetros Empresa

Parâmetros Empresa

1.3. Incluir Conhecimento. • Destinatário: Deve ser Pessoa Física e isento de Inscrição Estadual. • UFs: As UFs de Remetente e Destinatário, devem ser distintas para que seja calculada a Partilha do ICMS na aba E-Impostos/aba ICMS/ISS.

Tela Conhecimentos

Tela Conhecimentos

• Nota Fiscal: Quando o Destinatário for Pessoa Física e isento de Inscrição Estadual, na aba 2-Continuação, o campo Consumidor deve assumir CONSUMIDOR FINAL na inclusão de Nota Fiscal.

Tela Nota Fiscal

Tela Nota Fiscal

• Fundo de Combate à Pobreza na aba E-Impostos/aba ICMS/ISS: É calculado quando a natureza da mercadoria da Nota Fiscal for a igual à cadastrada no Fundo de Combate à Pobreza nas Configurações de ICMS, ou o Fundo de Combate à Pobreza for incluso sem natureza da mercadoria.

Tela Conhecimentos (Aba ICMS)

Tela Conhecimentos (Aba ICMS/ISS)

• Observação ICMS/ISS: Os valores calculados serão automaticamente exibidos nas Observações do Conhecimento.

Valores nas observações

Valores nas observações

Transporte Iniciado em UF <> UF Inscrição do Prestador
Configuração

1. Acesse o módulo Vendas/Cadastros Básicos/Configuração ICMS/Manutenção.

Menu

Menu

1.1. Procure a UF de origem e a UF de destino que será utilizado no Conhecimento, clique com o botão direito na opção Tipos de Configuração.

Tela de Configuração de ICMS

Tela de Configuração de ICMS

1.2. Ao abrir a tela "Tipos de Configurações de ICMS" verifique se já existe o cadastro Transporte Iniciado em UF <> UF Inscrição do Prestador, caso não possua clique no botão Incluir.

Tela Tipos de Configuração de ICMS.

Tela Tipos de Configuração de ICMS.

1.3. No campo Tipo de configuração selecione a opção Transporte Iniciado em UF <> UF Inscrição do Prestador e faça o preenchimento dos campos conforme as orientações do seu contador. Após o preenchimento clique no botão Confirmar para salvar as informações.

Configurando o ICMS por UF origem x UF destino.

Configurando o ICMS por UF origem x UF destino.

1.4. Clique sobre o tipo de configuração informado e selecione a opção Classificação.

Classificação do ICMS

Classificação do ICMS

1.5 Ao abrir a tela "Classificação do ICMS" deverão ser cadastrados todos os CFOP para todos os tipo de classificação de ICMS, pois o mesmo será utilizado posteriormente para a emissão do Conhecimento. Para isso clique no botão Incluir.

Incluindo uma classificação de ICMS

Incluindo uma classificação de ICMS

1.6 No campo Classificação selecione a classificação de ICMS que deseja cadastrar, informe o CFOP que será utilizado quando for a operação para dentro da UF e para fora da UF. Peça ajuda do seu contador para preencher corretamente as informações.

Configurando a classificação do ICMS.

Configurando a classificação do ICMS.

Emissão

1. Para realizar importação de XML acesse o módulo Vendas > Conhecimento  > Manutenção.

Manutenção

Manutenção

1.1 Para emitir o Conhecimento(CT-e) clique no botão Incluir ou informe a chave de acesso da Nota Fiscal.

a

Incluindo o Conhecimento.

1.2 Na aba "1 - Principal" sub aba "A - Remetente/Destinatário", informe o Remetente e o Destinatário do Conhecimento(CT-e.)

a

Informando o remetente e o destinatário do Conhecimento.

1.3 Na aba "2 - Notas Fiscais/Coletas/Outros" sub aba "A - Notas Fiscais", informe a Nota Fiscal que será transportada.

a

Informando a Nota Fiscal.

1.4 Na aba "3 - Configurações Cálculo/Valores" clique no botão Calcular para que seja calculado o frete conforme a tabela de frete(caso possua). Na sub aba "E - Impostos" sub aba "ICMS" no Campo Tipo de Configuração deverá constar a informação"transporte iniciado em UF <> UF inscrição do prestador". Isto significa que o transporte deste Conhecimento (CT-e) será iniciado em uma UF diferente da UF da filial/unidade emitente deste documento, as configurações de ICMS serão buscadas conforme a parametrização realizada anteriormente para este tipo de serviço.

a

Calculando o Conhecimento e verificando o ICMS.

1.5 Na sub aba "E - Impostos" sub aba "ICMS <> UF" constará as informações do ICMS sobre o calculo do frete que foram configurados anteriormente.

Quando o transporte é iniciado em outra UF, CFOP 5932 ou 6932, os livros fiscais e SPED EFD já estão preparados para informar os valores de ICMS nos campos Valor Contábil e Outros. Anteriormente estes valores eram preenchidos nos campos Base de Cálculo e ICMS. *Esta funcionalidade está disponível a partir da patch 241

a

ICMS.

1.6 Após confirmar o Conhecimento, clique com o botão direito sobre o documento e clique na opção Impressão|Imprimir para que seja enviado as informações para o SEFAZ e imprimir a DACTE do transporte.

a

Imprimindo o Conhecimento.

1.7 Abaixo segue a impressão da DACTE conforme a emissão do documento de transporte iniciado em UF <> UF inscrição do prestador.

a

Impressão

1.8 Ao verificar as Tags do XML enviado ao SEFAZ, é possível ver que as informações do ICMS ficarão preenchidos conforme o SEFAZ solicita.

Lembrando que estas Tags de ICMS só existe para o CT-e 3.0, caso esteja utilizado CT-e 2.0 estas Tags não irão aparecer.

a

a

Rateio de Conhecimento

Para conseguir realizar o rateio de Conhecimento, faça a configuração de uma tabela de frete de rateio. Existem vários tipo de rateio, verifique qual é o mais indicado para a sua operação. No link Tabela de frete – Rateio possui informações de como configurar uma tabela de frete de rateio do tipo 9

1. Acesse o módulo Vendas >  Conhecimento > Manutenção. Faça mais de Conhecimento (CT-e) utilizando tabela de frete configurada o tipo de rateio que deseja fazer, mas não imprima os Conhecimentos. Clique com  o botão direito e selecione a opção Ratear Conhecimento.

a

Rateando os conhecimentos

1.1 Ao abrir a tela de rateio, selecione os Conhecimentos que serão rateados e clique no botão Processar.

a

Rateando

1.3 Ao retornar para a tela principal é possível ver que os Conhecimentos foram rateados conforme a regra de rateio da tabela de frete. Agora é possível fazer a impressão dos documentos como de costume.

a

Conhecimento rateado.

1.3 Ao consultar o Conhecimento é possível ver que na aba "3 - Configurações Cálculo/Valores" sub aba "A - Configurações p/Calculo" o campo Utilizar Rateio está como Rateado, significando que o rateio foi realizado.

a

Conhecimento rateado.

1.5 Na aba "3 - Configurações Cálculo/Valores" sub aba "C- Tabela Utilizada" é possível identificar a tabela de frete utilizado para o rateio e a sequência do rateio.

a

Sequência do rateio.

Emissão Multimodal
Emitindo o Conhecimento do Tipo Multimodal

1. Acesse o módulo Vendas > Conhecimento > Manutenção, clique com o botão direito e selecione a opção Parâmetros>Empresa.

1 1.1 Na aba "3 - Continuação"  informe o campo Código OTM para que seja habilitar a opção Multimodal na tela de emissão do Conhecimento(CT-e). 2 2. Faça a inclusão do Conhecimento. Na aba "1 - Principal" no campo Tipo selecione a opção Multimodal, será habilitado o campo Negociável onde poderá ser informado se esta operação será negociável ou não. Informe o Remetente e Destinatário como de costume.4 2.1 Na aba "2 - Notas Fiscais/Coletas/Outros" sub aba "A- Notas Fiscais" informe as notas fiscais que serão transportadas. 5 2.2 Na aba "3 - Configurações Cálculo/Valores" sub aba "D - Frete" clique no botão Calcular para realizar o cálculo do frete. 6   2.3 Após Confirmar o Conhecimento, clique com o botão direito e selecione a opção Imprimir|Impressão para que as informações sejam enviadas ao SEFAZ. 7 2.4 Após a impressão o Conhecimento mudará de número e caso todas as informações estejam corretas o Conhecimento está autorizado. 8

Emitindo o Conhecimento Vinculado ao Multimodal - Manual

1. Acesse o módulo Vendas > Conhecimento > Manutenção, faça a inclusão de um Conhecimento, para isso clique no botão Incluir.

9 1.1 Na aba "1 - Principal" sub aba "A - Remetente/Destinatário"Informe o Remetente e Destinatário. 1,1 1.2 Na sub aba "B - Consignatário/Redespacho", no campo Consignatário deve ser informado o CNPJ do emissor do Conhecimento(CT-e) do tipo Multimodal e no campo Pagador do frete informe que será o Consignatário. HipChat 1.3 Na sub aba "C - Expedidor/Recebedor", no campo Expedidor deve ser informado o CNPJ do emissor do Conhecimento(CT-e) do tipo Multimodal, no campo Recebedor informe o responsável por receber a carga(Por exemplo pode ser informado alguma empresa atuante no aeroporto, porto ou etc.). No campo Tomador do serviço obrigatoriamente deve ser informado o Expedidor. 1,2 1.4 Na aba "2 - Notas Fiscais/Coletas/Outros" sub aba "A- Notas Fiscais", deve ser incluso os dados do Conhecimento Multimodal, para isso, clique no botão Incluir. 12 1.4.1  Preencha os campos com os dados informado no Conhecimento Multimodal, lembrando que no campo Modelo deve ser informado o tipo "99 - Outros, Modelo 99" e no campo Descrição para outros, deve ser informado "CT-e".  Após conferir as informações clique no botão Confirmar para fazer a inclusão dos dados. 13   1.5 Na aba "3 - Configurações Cálculo/Valores" sub aba "A - Configurações p/Cálculo", no campo Tipo serviço informe a opção Serviço vinculado a multimodal. 15 1.6 Ao informar que este Conhecimento é vinculado a multimodal, na aba "5 - Outras informações" será habilitado a sub aba "F - Documentos de Transporte Anterior", nele deve ser informado o Conhecimento Multimodal, para isso, clique no botão Incluir. 16 1.6.1 Informe a chave de acesso do Conhecimento Multimodal no campo Chave Acesso, assim serão preenchidos automaticamente as outras informações. Clique no botão Confirmar para incluir os dados. 17   1.7 Retorne para a aba"3 - Configurações Cálculo/Valores" sub aba "D - Frete", nesta tela deve ser calculado o Conhecimento, por se tratar de um Conhecimento vinculado a um Multimodal não é obrigatório informar algum valor de frete, portanto, no campo Utilizar Tabela deixe configurado como Sem e  clique apenas no botão Calcular e depois Confirmar. 1,6 1.8 Após conferir os dados e confirmar o Conhecimento, clique com o botão direito e selecione a opção Imprimir|Impressão. 19 1.9 Será alterado a númeração do Conhecimento e caso os dados enviado ao SEFAZ estejam corretos, o Conhecimento estará autorizado. 20

Emitindo o Conhecimento Vinculado ao Multimodal - Leitura de Chave de CT-e Multimodal

1. No módulo Vendas > Conhecimento > Manutenção, ao abrir de Conhecimento, clique com o botão direito e selecione a opção Parâmetros|Unidade. Na aba "8 - Continuação" dentro do agrupamento Importação de XML, está o parâmetro Importar XML Cte Nota Fiscal, deixe configurado conforme desejar. Neste exemplo iremos utilizar a opção Utilizar Modelo 99 com quantidades do xml.

  • Utilizar Nf-e: Quando selecionado esta opção ao importar um XML, caso a chave de acesso seja de um CT-e, ao gerar o novo CT-e na aba de Nota Fiscal, será informado a NF-e de modelo 55 do CT-e anterior.
  • Utilizar Modelo 99 com quantidades do xml: Quando selecionada esta opção ao importar um XML, caso a chave de acesso seja de um CT-e, ao gerar o novo CT-e na aba de Nota Fiscal, será informado os dados do CT-e anterior no modelo 55.

99   2. Na tela do Conhecimento informe a chave de acesso do Conhecimento MultiModal no campo Importar NF-e (Chave acesso).

Lembrando que o XML do CT-e multimodal deve constar no banco de dados.

1 2.1 Ao gerar o Conhecimento vinculado ao multimodal, note que já vem preenchido os campos de Remetente e Destinatário. 2 2.2 Na aba "B - Consignatário/Redespacho" já vem preenchido o Consignatário com o CNPJ do emissor do CT-e Multimodal, o mesmo ocorre para o campo Pagador do Frete que já vem preenchido como Consignatário. 3 2.3 Na aba "C- Expedidor/Recebedor" o campo Expedidor já vem preenchido com o CNPJ do emissor do CT-e Multimodal e o campo Tomador do serviço também. Porém é necessário e obrigatório informar o campo Recebedor. 4 2.4 Note que na aba "2 - Notas Fiscais/Coletas/Outros" onde deveria constar as notas fiscais, está as informações do CT-e Multimodal, conforme parâmetro mencionado no passo 1. 5 2.4.1 Ao consultar os dados podemos ver que foi gerado com os dados do CT-e Multimodal no modelo 99. 6 2.5 Já na aba "5 - Outras Informações" na sub aba "F - Documentos de Transporte Anterior" é possível ver que os dados do documento anterior também já foram preenchidos automaticamente. 7 2.6 Vá até a aba "3 - Configurações Cálculo/Valores", note que no campo Tipo Serviço, já está seleciona a opção correta Serviço vinculada a multimodal. Caso não deseje utilizar calculo de frete, no campo Utilizar tabela, deixe informar a opção Sem e clique no botão Calcular e logo após confirmar para fazer a inclusão dos dados. 8 2.7 Após confirmar os dados clique com o botão direito sobre o Conhecimento e selecione a opção Impressão|Imprimir. 9 2.8 Será alterado a númeração do Conhecimento e caso os dados enviado ao SEFAZ estejam corretos, o Conhecimento estará autorizado. 10

CT-e de Substituição (Contribuinte)
Aspectos Legais

Tomador “Contribuinte de ICMS” e “Não Contribuinte de ICMS” Conforme AJUSTE SINIEF 2, DE 4 DE ABRIL DE 2008 Art. 58-C. Para a anulação de valores relativos à prestação de serviço de transporte de cargas, em virtude de erro devidamente comprovado como exigido em cada unidade federada, e desde que não descaracterize a prestação, deverá ser observado: I - na hipótese de o tomador de serviço ser contribuinte do ICMS: a) o tomador deverá emitir documento fiscal próprio, pelo valor total do serviço, sem destaque do imposto, consignando como natureza da operação "Anulação de valor relativo à aquisição de serviço de transporte", informando o número do documento fiscal emitido com erro, os valores anulados e o motivo, devendo a primeira via do documento ser enviada ao prestador de serviço de transporte; b) após receber o documento referido na alínea "a", o prestador de serviço de transporte deverá emitir outro Conhecimento de Transporte, referenciando o documento original emitido com erro, consignando a expressão "Este documento está vinculado ao documento fiscal número ... e data ... em virtude de (especificar o motivo do erro)", devendo observar as disposições deste convênio;" II - na hipótese de o tomador de serviço não ser contribuinte do ICMS: a) o tomador deverá emitir declaração mencionando o número e data de emissão do documento fiscal original, bem como o motivo do erro; b) após receber o documento referido na alínea "a", o prestador de serviço de transporte deverá emitir Conhecimento de Transporte, pelo valor total do serviço, sem destaque do imposto, consignando como natureza da operação "Anulação de valor relativo à prestação de serviço de transporte", informando o número do documento fiscal emitido com erro e o motivo; c) o prestador de serviço de transporte deverá emitir outro Conhecimento de Transporte, referenciando o documento original emitido com erro, consignando a expressão "Este documento está vinculado ao documento fiscal número ... e data ... em virtude de (especificar o motivo do erro)", devendo observar as disposições deste convênio.

Parametrização
Parâmetros no Tipo de Operação

1. Para realizar a parametrização desse processo entre no módulo Compras/Cadastros Básicos/Tipos de operação

Manutenção

Manutenção

1.1. Abrirá a tela de Tipo de operação, na mesma clique no botão Incluir e inclua o tipo de operação para poder parametrizar o processo a seguir.

incluir

Incluir

1.2. Na tela de Incluindo Tipo de operação, Informe os campos obrigatórios para esse processo.

  • Descrição: Nesse campo informe o nome do tipo de operação para melhor identificação com o processo que ele irá ser utilizado.

No grupo Contabilidade 

  • Reduzido (C): Informe a conta transitória responsáveis para essa operação (OBS... Para melhor identificação dos mesmos, altere a descrição deles para o nome da função responsável que ele será).
  • Histórico(C): Informe o histórico responsável por essa conta transitória (OBS... Para melhor identificação dos mesmos, altere a descrição deles para o nome da função responsável que ele será).
  • Centro de custo(C): Informe o centro de custo responsável por essa operação (OBS... Para melhor identificação dos mesmos, altere a descrição deles para o nome da função responsável que ele será).
  • Reduzido (D): Informe a conta transitória responsáveis para essa operação (OBS... Para melhor identificação dos mesmos, altere a descrição deles para o nome da função responsável que ele será).
  • Histórico(D): Informe o histórico responsável por essa conta transitória (OBS... Para melhor identificação dos mesmos, altere a descrição deles para o nome da função responsável que ele será).
  • Centro de custo(D): Informe o centro de custo responsável por essa operação (OBS... Para melhor identificação dos mesmos, altere a descrição deles para o nome da função responsável que ele será).
  • Gerar parcela: Esse campo deve estar como não, para que não gere fatura quando informado na nota fiscal de entrada, pois é uma nota de anulação.

Logo após clique em confirmar para que complete o primeiro Tipo de operação e logo após clique em incluir para que possa incluir o próximo Tipo de Operação.

Incluindo Tipo de Operação

Incluindo Tipo de Operação

1.3. Ao incluir em incluir novamente, siga os mesmos passos do 1.2.

Os reduzidos escolhidos para essa operação devem apenas realizar esse processo para melhor identificação do processo.

Na tela de Incluindo Tipo de operação, Informe os campos obrigatórios para esse processo.

  • Descrição: Nesse campo informe o nome do tipo de operação para melhor identificação com o processo que ele irá ser utilizado.

No grupo Contabilidade 

  • Reduzido (C): Informe a conta transitória responsáveis para essa operação (OBS... Para melhor identificação dos mesmos, altere a descrição deles para o nome da função responsável que ele será).
  • Histórico(C): Informe o histórico responsável por essa conta transitória (OBS... Para melhor identificação dos mesmos, altere a descrição deles para o nome da função responsável que ele será).
  • Centro de custo(C): Informe o centro de custo responsável por essa operação (OBS... Para melhor identificação dos mesmos, altere a descrição deles para o nome da função responsável que ele será).
  • Reduzido (D): Informe a conta transitória responsáveis para essa operação (OBS... Para melhor identificação dos mesmos, altere a descrição deles para o nome da função responsável que ele será).
  • Histórico(D): Informe o histórico responsável por essa conta transitória (OBS... Para melhor identificação dos mesmos, altere a descrição deles para o nome da função responsável que ele será).
  • Centro de custo(D): Informe o centro de custo responsável por essa operação (OBS... Para melhor identificação dos mesmos, altere a descrição deles para o nome da função responsável que ele será).
  • Gerar parcela: Esse campo deve estar como não, para que não gere fatura quando informado na nota fiscal de entrada, pois é uma nota de anulação.
Incluindo o Segundo TIpo de Operação

Incluindo o Segundo TIpo de Operação

Parâmetros no conhecimento

1. Para realizar os parâmetros no conhecimento entre no módulo Verndas/Conhecimento/Manutenção

Manutenção

Manutenção

1.1. Ao abrir a tela clique com o botão direito e selecione a opção  Parâmetros/Empresa/Alterar.

Parâmetro

Parâmetro

1.2. Abrirá a tela de Alterando Parâmetros de empresa, na mesma vá até a aba 7 - Contabilização, E- Baixa por anulação.

Na mesma informe os reduzidos incluidos e parametrizados no tipo de operação anteriormente, caso tenha algum reduzido que não foi mostrado no passo acima, deve ser incluso e preenchido nos campos abaixo.

No grupo Baixa por anulação, provavel que já tenhas preenchido, caso não tenhas, deverás consultar o setor contábil e informar os reduzidos de débito para anulação.

  • Reduzido(D): Informe o plano de conta responsável para dar baixa por anulação.
  • Histórico(D): Informe o histórico responsável pelo seu plano de conta.
  • Centro de custos(D): Informe o Centro de Custo responsável por essa conta de anulação.

No grupo de Transitórias de anulação

  • Não contribuinte (CTe de entrada):
    • Reduzido(D): Informe o plano de conta responsável por transitar os valores de anulação de um Cte não contribuinte.
    • Histórico(D): Informe o histórico responsável por essa operação.
    • Centro de custos: Informe o centro de custo responsável por essa operação.
  • Contribuinte (Cte e Substítuito):
    • Reduzido(D): Informe o plano de conta responsável por transitar os valores de anulação de um Cte contribuinte.
    • Histórico(D): Informe o histórico responsável por essa operação.
    • Centro de custos: Informe o centro de custo responsável por essa operação.
  • Pedágio:
    • Reduzido(D): Informe o plano de conta responsável por transitar os valores do pedágio.
    • Histórico(D): Informe o histórico responsável por essa operação.
    • Centro de custos: Informe o centro de custo responsável por essa operação.

Logo após preencher os campos com as contas transitórias responsáveis pela anulação, clique em confirmar e siga os próximos passos do tópico Emissão.

Substituto

Substituto

Emissão - CT-e de Substituição (Contribuinte)

1. Realizada a parametrização, acesse o módulo Vendas/Conhecimento/Manutenção.

Manutenção

Manutenção

1.1. Ao abrir a tela de Conhecimentos, e selecionar o conhecimento que irá ser substituído. 

Depois de incluir o CTE Gerar conhecimento Substituto

Depois de incluir o CTE Gerar conhecimento Substituto

1.2. Clique com o botão direito e selecione a opção Gerar Conhecimento/Substituto.

Gerar Substituto

Gerar Substituto

1.3. Irá a abrir a tela de Gerar Conhecimento de substituição, na mesma clique com na seta ou entre no campo com um duplo clique, para que seja selecionada a nota de anulação.

Selecionar Nota

Selecionar Nota

1.4. Caso não tenha a nota de atualização, inclua uma com os valores que devem ser anulados, segue exemplos abaixo.

Incluir NFE

Incluir NFE

1.5. Ao abrir a tela de Incluindo nota fiscal de entrada, na mesma preenche os dados da nota com os mesmo do conhecimento.

  • Cnpj/CPF/Código:  Informe o CNPJ do remetente do conhecimento.
  • Tipo de operação: Informe o tipo de operação que foi incluído anteriormente.
  • Natureza de operação: Informe a natureza de operação responsável.

E clique na aba 2 - Cálculo do Imposto

Incluindo Nota

Incluindo Nota

1.6. na tela de 2 - Cálculo do Imposto, informe o valor total do conhecimento, logo após clique vá para a aba 3 - Itens.

Incluindo Nota

Incluindo Nota

1.7. Na aba 3 - Itens, inclua 2 tipo de itens separados, poque o conhecimento criado anteriormente tem os valores de pedágio e de frete, então o mesmo deve ser criado na nota, clique com o botão direito e selecione a opção Incluir.

Itens

Itens

1.8. Segue exemplo do item incluso abaixo, selecione o tipo de operação nota de anulação, para o item que vai ter o valor do frete do conhecimento, feito isso preencha o valor do frete e clique em confirmar

Incluindo item

Incluindo item

1.9. Já incluindo o segundo item com o Valor do Pedágio, informe o produto que deve ser informado o tipo de operação Anulação de pedágio,  e logo após informe o valor do pedágio, sendo assim clique no botão confirmar.

Incluindo item

Incluindo item 

1.10. Lembrando que ao confirmar a soma dos dois itens deve ser o valor que foi informado no valores totais da nota na aba 2 - Cálculo do imposto, caso sejam diferentes, o sistema irá acusar divergência nos valores da nota. Clique no botão confirmar.

2 itens inclusos

2 itens inclusos

1.11. Selecione a NFE inclusa para finalizar o processo.

Nota inclusa - selecione

Nota inclusa - selecione

1.12. Após selecionar, clique em confirmar.

Nota selecionada CONFIRME

Nota selecionada CONFIRME

1.12. Ao clicar quem confirmar será aberta a tela de um novo conhecimento com o tipo de Substituto, que é o que substitui o  documento original.

Conhecimento Substituto gerado

Conhecimento Substituto gerado

1.13. Ao preencher os novos valores do conhecimento, clique em Calcular e logo após em Confirmar.

Corrigindo dados do CTE

Corrigindo dados do CTE

1.14. Finalizando o processo logo após de impresso, podemos ver as legendas e identificar a situação do processo realizado.

Legendas

Legendas

1.15. Podemos consultar o contábil do cte, com o botão direito  selecione a opção contábil/Consultar.

Consultar

Consultar

1.16. Na tela abaixo podemos ver a contabilização,  Valor total ficou no reduzido 136, já o vale pedágio que foi informado o valor de 250,00 ficou na conta transitória 1183 e a  receita de transporte que seria o valor do frete ficou no reduzido 1225.

Contabilização

Contabilização

 2.  Podemos consultar também a parcela do documento origem, acessando o módulo Financeiro/ Contas a receber/ Manutenção.

Manutençãp

Manutenção

2.1. Selecione a fatura e selecione a opção Recebimento.

Recebimentos

Recebimentos

2.2. Logo após consulte o recebimento da fatura.

Consultar recebimentos

Consultar recebimentos

2.3. Vemos que o recebimento da fatura teve um desconto total, para que o valor ganhe baixa e não seja mais contabilizado.

Desconto total

Desconto total

2.4. Vemos também a contabilização da fatura.

Consultar contábil

Consultar contábil

2.5. Na contabilização da fatura, podemos ver que o reduzido de 136 virou de crédito com o valor total do fatura, valor da receita de transporte que é o valor do frete do conhecimento virou a conta transitória 1236  CTE anular Contribuinte como débito dando baixa no valor, já o vale pedágio virou a conta transitória 1237 pedágio anular como débito para dar baixa no valor do pedágios e os impostos quando existem em um Cte são transferidos automaticamente para fatura do Cte que foi substituído.

Contábil

Contábil

CT-e de Anulação (Não Contribuinte)
Aspectos Legais

Tomador “Contribuinte de ICMS” e “Não Contribuinte de ICMS” Conforme AJUSTE SINIEF 2, DE 4 DE ABRIL DE 2008 Art. 58-C. Para a anulação de valores relativos à prestação de serviço de transporte de cargas, em virtude de erro devidamente comprovado como exigido em cada unidade federada, e desde que não descaracterize a prestação, deverá ser observado: I - na hipótese de o tomador de serviço ser contribuinte do ICMS: a) o tomador deverá emitir documento fiscal próprio, pelo valor total do serviço, sem destaque do imposto, consignando como natureza da operação "Anulação de valor relativo à aquisição de serviço de transporte", informando o número do documento fiscal emitido com erro, os valores anulados e o motivo, devendo a primeira via do documento ser enviada ao prestador de serviço de transporte; b) após receber o documento referido na alínea "a", o prestador de serviço de transporte deverá emitir outro Conhecimento de Transporte, referenciando o documento original emitido com erro, consignando a expressão "Este documento está vinculado ao documento fiscal número ... e data ... em virtude de (especificar o motivo do erro)", devendo observar as disposições deste convênio;" II - na hipótese de o tomador de serviço não ser contribuinte do ICMS: a) o tomador deverá emitir declaração mencionando o número e data de emissão do documento fiscal original, bem como o motivo do erro; b) após receber o documento referido na alínea "a", o prestador de serviço de transporte deverá emitir Conhecimento de Transporte, pelo valor total do serviço, sem destaque do imposto, consignando como natureza da operação "Anulação de valor relativo à prestação de serviço de transporte", informando o número do documento fiscal emitido com erro e o motivo; c) o prestador de serviço de transporte deverá emitir outro Conhecimento de Transporte, referenciando o documento original emitido com erro, consignando a expressão "Este documento está vinculado ao documento fiscal número ... e data ... em virtude de (especificar o motivo do erro)", devendo observar as disposições deste convênio.

Parametrização no conhecimento CT-e de anulação

1. Para realizar os parâmetros no conhecimento entre no módulo Verndas/Conhecimento/Manutenção

Manutenção

Manutenção

1.1. Ao abrir a tela clique com o botão direito e selecione a opção  Parâmetros/Empresa/Alterar.

Parâmetro

Parâmetro

1.2. Abrirá a tela de Alterando Parâmetros de empresa, na mesma vá até a aba 7 - Contabilização, E- Baixa por anulação.

Na mesma informe os reduzidos incluidos e parametrizados no tipo de operação anteriormente, caso tenha algum reduzido que não foi mostrado no passo acima, deve ser incluso e preenchido nos campos abaixo.

No grupo Baixa por anulação, provavel que já tenhas preenchido, caso não tenhas, deverás consultar o setor contábil e informar os reduzidos de débito para anulação.

  • Reduzido(D): Informe o plano de conta responsável para dar baixa por anulação.
  • Histórico(D): Informe o histórico responsável pelo seu plano de conta.
  • Centro de custos(D): Informe o Centro de Custo responsável por essa conta de anulação.

No grupo de Transitórias de anulação

  • Não contribuinte (CTe de entrada):
    • Reduzido(D): Informe o plano de conta responsável por transitar os valores de anulação de um Cte não contribuinte.
    • Histórico(D): Informe o histórico responsável por essa operação.
    • Centro de custos: Informe o centro de custo responsável por essa operação.
  • Contribuinte (Cte e Substítuito):
    • Reduzido(D): Informe o plano de conta responsável por transitar os valores de anulação de um Cte contribuinte.
    • Histórico(D): Informe o histórico responsável por essa operação.
    • Centro de custos: Informe o centro de custo responsável por essa operação.
  • Pedágio:
    • Reduzido(D): Informe o plano de conta responsável por transitar os valores do pedágio.
    • Histórico(D): Informe o histórico responsável por essa operação.
    • Centro de custos: Informe o centro de custo responsável por essa operação.

Logo após preencher os campos com as contas transitórias responsáveis pela anulação, clique em confirmar e siga os próximos passos do tópico Emissão.

Anulação

Anulação

Emissão - CT-e Anulação (Não Contribuinte)

 1. Para emitir um Cte de anulação (Não contribuinte - entrada), deve ser acessado o módulo Vendas/ Conhecimento/ Manutenção.

Manutenção

Manutenção

1.1. Feito isso, selecione o Cte que deseja anular e clique com o botão direito e selecione a opção  Gerar conhecimento/Entrada.

Entrada

Entrada

1.2. Será a berta a tela de Gerar Conhecimento de entrada, na mesma deve ser informado a natureza de operação de anulação.

 1206 - UF Origem e Destino iguais / 2206 - Ufs diferentes

Após informar a natureza de operação informe, clique em confirmar.

aArrumar

Gerar Conhecimento de Entrada

1.3.  Será gerado um CTe de entrada ( a nota de anulação do seu CTE de origem).

Legenda

Legenda

1.4. Imprima o mesmo, para que possa ser gerado o cte substituto.

Substituido

Substituido

1.5. Depois de impresso o Cte de entrada, Gere o Cte substituto que será o Cte que irá substituir o Cte origem. 

asa

Substituto

1.6. Irá abrir a tela de Gerar Conhecimento de Substituição, não será preciso vincular uma nota porque o cte já tem uma nota de anulação.

Substituir

Substituir

1.7. Será aberta a tela do conhecimento para que possa ser alterado os valores, logo após clique em confirmar e imprima o cte substituto.

Confirmar

Confirmar

1.8. Podemos conferir as legendas dos Ctes de anulação, substituto e do cte origem.

Legendas

Legendas

1.9. Podemos também verificar a contabilização do CTe origem. 

Consultar

Consultar

1.10. Ao consultar a contabilização podemos ver que o valor total do conhecimento ficou como débito no reduzido 136 - clientes transeich nacional, o vale pedágio ficou no plano de contas 1183 vale pedágio como crédito, e a receita de transporte que seria o valor do frete ficou no  reduzido 1225, como crédito.

Contabilizar

Contabilizar

 2. Para acessar a situação da fatura e  consultar a contabilização da mesma acesse o módulo Financeiro / Contas a receber/ manutenção.
Manutenção

Manutenção

2.1. Ao abrir a tela de Contas a Receber,  clique com o botão direito  e selecione a opção recebimento. 

Recebimento

Recebimento

2.2. Selecione e consulte o recebimento.

Consultar

Consultar

2.3. podemos ver que o recebimento está com o tipo Desconto total, para que não seja contabilizado e não de divergências nos valores.

Desconto Total

Desconto Total

2.4. Vamos verificar a contabiliza, para isso clique com o botão direito e selecione a opção Contábil/ Consultar.

Consultar

Consultar

2.5. Repare que o reduzido 136 foi para crédito com o valor total do conhecimento (Frete +pedágio), e o valor do frete ficou com a conta transitória 1235 Cte a anular - não contribuinte como débito para dar baixa no valor e o valor do pedágio ficou como débito na conta transitória 1237.

Contabilizar

Contabilizar

Ct-e com Taxa de Dificuldade de Entrega (TDE - Destinatário)
Diagrama de Como funciona o TDE
Diagrama de Atividade

Diagrama de Atividade

Cadastro de TDE - Destinatário

 1. Para cadastrar Taxa de Dificuldade de entrega para algum cliente vá até o módulo  Comercial > TDE Destinatário > Manutenção.

Manutenção

Manutenção

1.2. Será exibida a tela de Taxa de Dificuldade de entrega Destinatário. Na mesma clique com o botão direito e selecione a opção Incluir. 

Incluir

Incluir

1.3. Será exibida a tela de Incluindo Taxa de Dificuldade de Entrega. Na mesma informe os dados de acordo com que deseja.

  • Sequência: Campo informado automaticamente pelo sistema Avacorp.
  • CNPJ/CPF: Informe o CNPJ ou CPF de quem deseja que seja adicionado a taxa de dificuldade de entrega.
  • Aplicar sobre radical: Informe se deseja ou não aplicar o valor de dificuldade de entrega para todas empresas com o mesmo Radical.

Logo após troque para aba 2 - Configuração TDE.

Incluindo Taxa de Dificuldade de Entrega aba 2-

Incluindo Taxa de Dificuldade de Entrega aba 2-

1.4. Ao abrir a tela de Configuração Tde, informe como que irá considerar TDE e o valor.

  • Considerar TDE Quando:  O Cnpj na aba 1 for: Remente, Destinatário, Ambos ou Conforme configuração da tabela de frete.
  • Valor taxa de Entrega Padrão: Informe o valor fixo que será adicionado ao Ct-e que será adicionado a taxa de dificuldade de entrega.

Logo Após clique em Confirmar. 

Incluindo Taxa de Dificuldade de Entrega aba 2 -

Incluindo Taxa de Dificuldade de Entrega aba 2 -

 1.5. Inclua uma nova Taxa de Dificuldade para destinatário com o valor de R$: 20,00.

Inclusão do Destinatário

Inclusão do Destinatário

1.6.Após a inclusão dos dois CNPJs podemos ver os mesmos na tela de taxa de dificuldade de entrega destinatário.

Remetente e destinatário

Remetente e destinatário

Configurações de TDE na Tabela de Frete

1. Acesse o módulo Comercial > Tabela de Fretes > Manutenção.

Manutenção

Manutenção

1.1. Será exibida a tela de Tabelas de Frete Na mesma clique com o botão direito e selecione a opção  Alterar. 

Alterar Tabela de Frete

Alterar Tabela de Frete

1.2. Será aberta a tela de  Alterando Tabela de Frete - Origem X Destino. Na mesma se direcione para a aba B - Continuação

  • Buscar taxa de entrega TDE do: Ao informar este campo, estará informando que o cadastro verificado será o da opção selecionada neste campo. (Exemplo: Caso selecionado a opção remente, ao calcular o Ct-e o sistema irá realizar a busca nesta tabela, verificar que está apontado para o remetente e irá verificar se o remetente possui configurações de tabela de frete em vínculos de cliente. Caso exista será verificado para onde o parâmetro está apontando para poder seguir o processo).
TDE

Busca Taxa de Entrega TDE do:

Configurações da Tabela de Frete No vinculo de Cliente

1.  Para acessar a configurações de Tabela de Frete,  acesse o módulo  Cadastros básicos > Cliente, Fornecedores, Etc...  > Manutenção.

Manutenção

Manutenção

1.2. Será exibida a tela de Cadastros, Na mesma identifique o seu cadastros e clique com o botão direito e selecione a opção Vínculos. 

Vínculo

Vínculos

1.2. será exibida a tela de  Vínculos do Cadastros. Na mesma clique com o botão direito sobre o vínculo Cliente e selecione a opção Configuração /Tabela de Frete.

Configuração de Tabela de Frete

Configuração de Tabela de Frete

1.3. Será exibida a tela de Configuração/Tabela de Frete, Na mesma clique em alterar.

Alterar

Alterar

1.4. Ao clicar em alterar será exibida a tela de Alterando Configurações /Tabela de Frete, Na mesma informe o parâmetro CObrar taxa de Dificuldade de Entrega.  

  • Cobrar taxa de dificuldade de entrega: Neste parâmetro  informe se será cobrado a taxa de dificuldade de entrega ou não.
    • Sim (utilizar Lista TDE destinatários): Quando selecionado está opção, estará dizendo que o sistema irá utilizar os valores parametrizados nas tabelas de TDE cadastradas anteriormente.
    • Não: Quando selecionado está opção estará dizendo que o sistema não irá contabilizar TDE.
    • Sim (Não utilizar lista TDE Destinatário): Quando selecionado está opção, estará dizendo que o sistema irá utilizar valor padrão parametrizado no campo "valor taxa de entrega Padrão".
  • Valor Taxa de entrega padrão: Esse campo será utilizado quando estiver selecionado as opções " Sim(utilizar lista TDE destinatário" e "Sim (não utilizar lista TDE destinatário". Neste campo deve ser informado o valor padrão de taxa de entrega.

No Grupo Exceções  destinatário , caso necessário cadastrar uma exceção para um cadastro especifico, inclua um e o mesmo não irá pegar mais o valor padrão da taxa de TDE e sim a Exceção cadastrada.

Configuração

Configuração

Calculando Ct-e com TDE

Quando for calcular lembre-se de informar o remente e o destinatário os mesmo que foram parametrizados as tabelas de Taxas de Dificuldade de entrega. Logo após basta incluir uma nota no seu conhecimento e Calcular. Lembrando que o sistema irá verificar a tabela de frete que foi vinculada com conhecimento. Ao buscar a tabela irá verificar dentro da tabela quem é o responsável pela taxa de dificuldade de entrega. Após verificar quem é o responsável, o sistema irá verificar se o responsável possui configuração de tabela de frete nos vínculos do cliente. Após será verificado para onde o parâmetro " Cobrar Taxa de dificuldade de entrega " estará apontando. Caso seja para utilizar Lista de destinatário, o sistema irá verificar se existe listas cadastradas para o remetente e destinatário. Caso sim irá verificar o parâmetro " Considerar TDE quando " caso esteja " conforme configuração de tabela de frete " o sistema voltará para a tela de  configuração de tabela de frete em vínculo de clientes e utilizará o valor padrão de taxa de entrega.  Caso na Lista de TDE esteja para utilizar "Remetente, Destinatário ou Ambos " o sistema utilizará o valor informado abaixo deste campo.

Observação, caso exista exceções cadastradas para o destinatário ou remetente na tela de configuração de tabela de frete  o sistema irá ignorar todos os outros parâmetros e irá utilizar somente a exceção parametrizada. 

Calculando

Calculando

Exportação de mercadoria - Preponderantemente Exportação
Configurações Estrutura Holding, Configuração de Cadastro de Cliente e Configurações de ICMS
Configuração na Estrutura da Holding

1. Para configurar a Estrutura da Holding acesse o Módulo Cadastros Básicos > Estrutura da Holding > Unidade > Manutenção. 

Manutenção

Manutenção

1.1. Será aberta a tela de Unidade da Filial. Na mesma clique com o botão direito e selecione a opção Configuração / Tabela de Frete > Alterar. 

Configurações

Configurações

1.2. Será exibida a tela de  Alterando Configuração da Tabela de Frete. Identifique os campos apontados pela seta e mude para Exportação. Os campos abaixo irão influenciar nas operações de transporte dentro e fora do estado. Assim futuramente irão junto com as configurações de ICMS preencher automaticamente o campo "Mercadoria destinada a Exportação " . 

Exportação

Exportação

Configuração de Cadastro de Cliente

 1. Para configurar o cliente para ser preponderante exportador, acesse o módulo  Cadastros Básicos > Clientes, Fornecedores, Etc..

Manutenção

Manutenção

1.1. Será exibida a tela de Cadastros. Na mesma clique com o botão direito e selecione a opção  Alterar.  Caso não possua o cadastro, inclua o mesmo através da opção " Incluir".

Alterar Cadastros

Alterar Cadastros

1.2. Será exibida a tela de do Cadastros do cliente, na mesma se direcione para a aba 3 - Iso /Dados Bancários / Outros  e identifique o parâmetro preponderante exportador  e altere o mesmo para SIM.

Lembrando que quem irá definir se a empresa é preponderante exportador  será o governo com base na porcentagem de mercadoria exportada da sua operação no ano anterior.  Saiba mais!

Logo após confirme e siga para o próximo tópico.

Parâmetro

Parâmetro

Configurações de ICMS

 1. Para realizar configurações de ICMS acesse o módulo  Cadastros Básicos > Configuração ICMS  > Manutenção.

Manutenção

Manutenção

1.1. Será exibida a tela de Configurações de ICMS. Na mesma clique  identifique a origem  x destino do deseja e clique com o botão direito e acesse a opção Tipos de Configuração.

Configuração

Configuração

1.2.Será aberta a tela Tipos de Configurações de ICMS.  Certifique-se que está inclusa corretamente e acesse o menu Pop Up Classificação. Caso ainda não possua basta acessar o Menu Pop Up e clicar em Incluir. Para isenção ICMS, clique aqui!

Classificação

Classificação

1.3. Será aberta a tela de  Classificação de ICMS, Na mesma certifique-se que está incluso corretamente . Deverá conter uma classificação para o tipo de classificação do cliente. Configurado a configuração de ICMS, avance para o próximo Tópico.

Classificações

Classificações

Emissão do Ct-e
 

1. Para incluir um Ct-e de Exportação acesse o módulo Vendas > Conhecimento > Manutenção.

Manutenção

Manutenção

1.1. Será aberta a tela de Conhecimento, na mesma clique com o botão direito e selecione a opção  Incluir. 

Incluir

Incluir

1.2. Será exibida a tela de Incluindo Conhecimento. Informe seu remetente e seu destinatário (exterior). Ao acessar a aba 3 - Configurações Cálculo/valores, abra a aba B - outras informações, podemos ver que terá o campo " Mercadoria destinada exportação igual a SIM", significando que a carga está destinada a exportação. Ao lado na SUB aba E - Impostos, podemos ver na aba de ICMS as configurações realizadas anteriormente.  Tipo de configuração deverá ser igual a exportação e a classificação de acordo com a do seu cliente. 

Configurações buscadas com sucesso

Configurações buscadas com sucesso

Substituição Tributária - Repetidas Prestações de Serviço com Contrato
Configuração
Configuração de Cadastro de Cliente

 1. É necessário informar que o cliente utilizar substituição tributárias com repetidas prestações de serviço com contrato, para isso, acesse o módulo  Cadastros Básicos > Clientes, Fornecedores, Etc..

Manutenção

Manutenção

1.1. Será exibida a tela de Cadastros. Na mesma clique com o botão direito e selecione a opção  Vínculos. 

Opção vínculos.

Opção vínculos.

1.2. Será exibida a tela de Vínculos, selecione a opção Cliente, clique com o botão direito do mouse  e selecione a opção Configurações por Tipo de Documento.

d

Opção Configurações por tipo de documento.

1.3 Será exibido os documentos que possuem configurações para este cliente. Selecione o documento Conhecimento e clique no botão Alterar, caso não possua, faça a inclusão do mesmo clicando no botão Incluir.

d

Configuração de documentos por cliente.

1.4 Ao abrir as configurações, acesse a aba "2 -  Continuação", certifique-se de que o campo Substituição tributária esteja configurado como Sim. Para informar que este cliente possui várias prestações de serviço vinculados a contrato, deve-se informar no campo Repetidas prestações de serviço de transporte vinculadas a contrato a opção Sim.

d

Configurando o cliente com Substituição tributária de repetidas prestações de serviço.

Configurações de ICMS

 1. Para realizar configurações de ICMS acesse o módulo  Cadastros Básicos > Configuração ICMS  > Manutenção.

Manutenção

Manutenção

1.1. Será exibida a tela de Configurações de ICMS. Na mesma clique  identifique a origem  x destino do deseja e clique com o botão direito e acesse a opção Tipos de Configuração.

Configuração de ICMS por Origem x Destino.

Configuração de ICMS por Origem x Destino.

1.2.Será aberta a tela Tipos de Configurações de ICMS.  Certifique-se que a opção Substituição Tributária esteja configurada corretamente, para isso, selecione ela e  clique no botão Alterar.

d

Configurando a substituição tributária.

1.3. Será aberta a tela de configuração, nela deve estar configurado os agrupamentos ICMS Substituição tributária(CIF)ICMS Substituição tributária(FOB) para serem calculados.

Verifique com o seu contador os valores corretos a serem informados. Lembrando que os valores abaixo são meramente ilustrativos.

h

Configurando a substituição tributária.

Emissão do Ct-e
 

1. Para gerar um Conhecimento com Substituição Tributária de repetidas prestações de serviço com contrato, acesse o módulo Vendas > Conhecimento > Manutenção.

Manutenção

Manutenção

1.1. Será aberta a tela de Conhecimento, na mesma clique no botão  Incluir OU informe a chave de acesso da nota fiscal no campo Importar NF-e (Chave acesso).

Incluindo o conhecimento.

Incluindo o conhecimento.

1.2. Ao incluir o Conhecimento deve ser realizado o calculo do frete e ao acessar a aba "3 - Configurações Cálculo/valores" sub aba " E - Impostos", podemos ver que foi preenchido o agrupamento ST Relatativa a Repetidas Prestações de Serviço de Transporte Vinculadas a Contrato conforme configuração do cliente e do ICMS.

f

Calculando a substituição tributária com repetidas prestações de serviço com contrato.

Como utilizar ICMS para base do cálculo de crédito presumido
Configuração

 1. Acesse o módulo Cadastros Básicos>Estrutura Holding>Filial>Manutenção. Selecione a filial e clique com botão direito, em seguida clique na opção Configurações|Alterar.

1

2. No campo Valor base de cálculo crédito presumido selecione a opção ICMS e clique no botão Confirmar.

2

Emissão

 1. No módulo Vendas>Conhecimento>Manutenção, inclua o conhecimento.

6

2. Após calcular o conhecimento, na aba "3 - Configurações Cálculo/Valores" sub-aba "E - Impostos" é possível visualizar o valor de ICMS calculado.

7

2.1. Na sub-aba  "ICMS (continuação)", é possível visualizar que o crédito presumindo foi calculado conforme o valor do ICMS.

8

Como informar o conteúdo da TAG obsCont na Observação Digitada

1. Acesse o módulo Cadastros Básicos > Clientes, Fornecedores, Etc... > Manutenção, procure o cliente do Conhecimento, clique com o botão direito e selecione a opção Vínculos.

1 1.1 Sobre o vínculo Cliente, clique novamente com o botão direito e selecione  a opção Configurações pro Tipo de Documento. 2 1.2 Altere o vinculo do documento Conhecimento. 3 1.3 Na aba "9 - XML", dentro do agrupamento Ler Informações, faça a inclusão de uma nova regra. Para isso clique no botão Incluir. 4 1.3.1 Faça o preenchimento dos campos necessários e confirme.

  • Descrição: Informe um nome para a regra.
  • Tipo XML: Informe o tipo do XML que será aplicada a regra.
  • Local da Informação no XML: Neste campo deve ser selecionado qual a TAG no XML que será buscado a informação.
  • Destino: Informe para onde irá esta informação.
  • Campo Destino: Informe para qual campo esta informação ficará
  • Valor XCampo: Informe o nome do campo no XML que deverá ser pego as informações.

5 2. Acesse o módulo Vendas>Conhecimento> Manutenção, informe a chave de acesso da NF-e que será gerado o Conhecimento. 6 2.1 Na aba "4 - Observações/Entrega", no campo Observação Digitada deverá constar a informação da TAG do XML conforme configuração . 8 7

Como Incluir um Comprovante de Entrega para Todas as Notas Fiscais do Conhecimento

1. Acesse o módulo Cadastros Básicos > Clientes, Fornecedores, Etc... > Manutenção,  clique com o botão direito sobre o Conhecimento e selecione a opção Comprovantes/Ocorrências.

1

1.2  Ao abrir a tela "Comprovantes de Entrega/Ocorrências", clique com o botão direito sobre a Nota Fiscal e selecione a opção Comprovantes.

2

1.3 Ao abrir o comprovante de entrega, caso queira que a data de entrega seja informada em todas as Notas Fiscais do Conhecimento, deixe o campo Atualizar configurado como Todas as nfs. Faça o preenchimento dos campos obrigatório e clique em Confirmar.

33

1.4 Ao retornar para a tela "Comprovantes de Entrega/Ocorrências" todas as Notas Fiscais estarão com a mesma informação de comprovante de entrega.

4

Anulação Contábil para Conhecimento com File Logic

1. Acesse o módulo Cadastros Básicos > Clientes, Fornecedores, Etc... > Manutenção,  clique com o botão direito sobre o Conhecimento que será dada a baixa por anulação e selecione a opção Contábil|Cópia CTE(BCF).

1

1.1 Será gerada a cópia deste Conhecimento, faça as alterações necessário para a anulação e calculo o Conhecimento.

2

1.2 Então será gerado o Conhecimento do tipo Baixa Contra File. Clique com o botão direito e selecione a opção Impressão|Imprimir, para que o Conhecimento seja enviado ao SEFAZ e autorizado para poder continua a baixa por anulação.

3

1.3 Após a impressão, clique novamente com o botão direito sobre o Conhecimento que será dado a baixa por anulação e selecione a opção Contábil| Baixa por Anulação.

4

1.3.1 Faça o preenchimento da Observação e Descrição do histórico como o de costume, os dados do agrupamento Conhecimento Que Substituiu o Que Está Sendo Anulado Contabilmente já vem preenchido com os dados do Conhecimento do tipo baixa contra file criado anteriormente.

5

1.4 Após ser dado a baixa por anulação o Conhecimento anulado, ficará com status de Registro anulado contabilmente.

6

Relatórios
Listagem de Conhecimentos Anulados

1. Para gerar um relatório de Listagem de Conhecimentos anulados se direcione para o módulo  Vendas > Conhecimento > Relatórios > Listagem de Conhecimentos Anulados.

Listagem de conhecimentos anulados

Listagem de conhecimentos anulados

1.1. Será exibida a tela de Listagem conhecimento Anulado. Na mesma informe os filtros necessários para a impressão do mesmo.

  • Grupo: Informe o grupo que desejas que busque as informações.
  • Empresa: Informe a empresa que deseja que busque a informação.
  • Filial: Informe a Filial que desejas que busque a informação.
  • Unidade: Informe a Unidade que deseja que busque a informação.
  • Data Inicial Anulação e Data Final Anulação: Informe o período de anulação que desejas buscar as informações.
  • Tipo: Informe o tipo de relatório que desejas exibir. Sintético ou analítico.
  • Tipo Faturamento: Informe o tipo de faturamento que desejas exibir. Faturados, não faturados ou Ambos.
  • Filtrar por: Informe se deseja filtrar por algum Cnpj especifico. Todos (Informar Cnpj/cpf/Código), Remetente, Destinatário, Consignatário e pagador de frete.
  • Cnpj/cpf/Código: Informe um o campo caso deseje filtrar por apenas um cnpj,cpf ou código.
  • Radical: Informe se desejas filtrar pelo mesmo radical do cnpj informado.
  • Tipo de Frete: Informe se deseja filtrar por algum tipo de frete.
  • Tipo de Carga: Informe se deseja filtrar por algum tipo de carga.
  • Veículo: Informe se deseja filtrar por algum veículo especifico.
  • Tipo documento: Selecione uma opção caso deseja filtrar por um tipo de documento especifico.
Filtros necessários

Filtros necessários

1.2. Relatório Gerado.

Relatório

Relatório

Listagem de Documentos Emitidos

1. Para gerar um relatório de Listagem de documento emitidos se direcione para o módulo  Vendas > Conhecimento > Relatórios > Listagem de Documentos Emitidos.

Caminho do relatório.

Caminho do relatório.

1.1. Será exibida a tela de Listagem de documentos emitidos. Na mesma informe os filtros necessários para a impressão do mesmo.

  • Grupo: Informe o grupo que desejas que busque as informações.
  • Empresa: Informe a empresa que deseja que busque a informação.
  • Filial: Informe a Filial que desejas que busque a informação.
  • Unidade: Informe a Unidade que deseja que busque a informação.
  • Data Inicial e Data Final : Informe o período de documentos emitidos que desejas buscar as informações.
  • Tipo: Informe o tipo de relatório que desejas exibir. Sintético ou Analítico.
  • Tipo Faturamento: Informe o tipo de faturamento que desejas exibir. Faturados, não faturados ou Ambos.
  • Filtrar por: Informe se deseja filtrar por algum Cnpj especifico. Todos (Informar Cnpj/cpf/Código), Remetente, Destinatário, Consignatário e pagador de frete.
  • Cnpj/cpf/Código: Informe um o campo caso deseje filtrar por apenas um cnpj,cpf ou código.
  • Radical: Informe se desejas filtrar pelo mesmo radical do cnpj informado.
  • Tipo de Frete: Informe se deseja filtrar por algum tipo de frete.
  • Tipo de Carga: Informe se deseja filtrar por algum tipo de carga.
  • Veículo: Informe se deseja filtrar por algum veículo especifico.
  • Tipo documento: Selecione uma opção caso deseja filtrar por um tipo de documento especifico.
Filtro do relatório.

Filtro do relatório.

1.2. Relatório Gerado.

Relatório emitido.

Relatório emitido.

Print Friendly, PDF & Email

Tutoriais Relacionados

  • Conhecimento (Ct-e) Globalizado 3.0
  • Averbação de Documentos – AT&M e Porto Seguro
  • Como alterar os nomes das tags referentes as taxas do Conhecimento ?
  • Como cancelar conhecimento?
  • Como gerar conhecimento complementar?

  • Top